Publicidade
Cotidiano
Notícias

Educação no Amazonas recebe boa avaliação e supera médias estabelecidas pelo Ideb

De acordo com os dados nacionais, apenas Amazonas, Goiás e Pernambuco superaram todas as metas do governo federal na avaliação da qualidade educacional 06/09/2014 às 10:19
Show 1
A rede pública estadual de educação é formada por 571 escolas
acritica.com* Manaus (AM)

A educação no Amazonas superou todas as metas estabelecidas pelo Índice de Desenvolvimento da Educação Básica (Ideb), divulgadas nesta sexta-feira (5) pelo Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas (Inep), ligado ao Ministério da Educação (MEC).

Divulgado a cada dois anos, o Ideb é um indicador de qualidade educacional que combina informações de desempenho em exames padronizados (Prova Brasil ou  Saeb) – obtido pelos estudantes ao final das etapas de ensino (4ª e 8ª séries do ensino fundamental e 3ª série do ensino médio) – com informações sobre rendimento escolar (aprovação).

Em geral, os primeiros anos do ensino fundamental no Amazonas foram avaliados com nota 4,7 - acima da média projetada de 4,2. As séries do ensino fundamental etapa final registraram nota 3,9, enquanto a média projetada foi de 3,6. A avaliação dos alunos de ensino médio recebeu nota 3,2, maior que a média estabelecida de 3.

No entanto, o Amazonas e mais 15 estados apresentaram piora na nota da rede pública para o ensino médio. A média projetada para o Estado também foi baixa em comparação a outras unidades da federação.

Rede pública

De acordo com os dados oficiais apresentados pelo Inep/MEC, os índices revelam que no ensino fundamental anos iniciais (correspondente ao ensino do 1º ao 5º ano) a média geral alcançada pela rede pública estadual do Amazonas foi 5,1, superior à média 4,4 projetada para a rede estadual para este Ideb.

No ensino fundamental anos finais (correspondente ao ensino do 6º ao 9º ano) o resultado da rede também foi positivo, atingindo a média 3,9, superior à média 3,5 projetada para o Estado pelo Ministério da Educação.

No ensino médio, por sua vez, a média da rede estadual foi de 3,0, superando também a média projetada pelo Governo Federal que seria de 2,8.

Conforme análise nacional dos dados, apenas três Estados superaram todas as metas do Governo Federal: Amazonas, Goiás e Pernambuco.

A rede pública estadual de educação é formada por 571 escolas, 470.061 estudantes e conta com aproximadamente 30 mil servidores, entre professores, pedagogos, gestores e funcionários administrativos.

O Ideb foi desenvolvido para ser um indicador que  sintetiza informações de desempenho em exames padronizados com informações sobre rendimento escolar (taxa média  de aprovação dos estudantes na etapa de ensino). 

Rede particular

Por incrível que pareça, a rede particular de ensino foi a mais mal avaliada, recebendo notas abaixo da média nacional. Em 2013, a meta projetada para o ensino fundamental inicial foi de 6,7, mas as escolas registraram média de 6,3. No ensino fundamental final, a meta foi 6,2, no entanto a média alcançada foi de 5,6. Na avaliação de ensino médio, a meta projetada foi 5,7 enquanto a média registrada foi 5.

*Com informações da assessoria

Publicidade
Publicidade