Publicidade
Cotidiano
HISTÓRIA

Egito anuncia descoberta de dezenas de estátuas e múmias de animais

As tumbas são da época do Império Novo (entre os séculos 16 e 11 a.C.) e em três delas foram encontradas múmias de gatos, que representam a deusa Bastet, do antigo Egito 11/11/2018 às 11:30
Show egito agora 0cd56f4d c7a1 4ef7 8ee4 f3d828be8915
O Egito vem trabalhando na descoberta e no anúncio de novos túmulos na tentativa de atrair mais turistas (Foto: REUTERS/Mohamed Abd El Ghany/Direitos Reservados/Agência Brasil)
Agência EFE Cairo

Uma missão arqueológica egípcia descobriu sete tumbas de diferentes épocas faraônicas no Complexo de Saqqara, com dezenas estátuas de madeira e múmias de gatos, anunciou o Ministério de Antiguidades.

As tumbas são da época do Império Novo (entre os séculos 16 e 11 a.C.) e em três delas foram encontradas múmias de gatos, que representam a deusa Bastet, do antigo Egito, afirmou o ministro Khaled al-Anani, em comunicado.

Segundo o secretário-geral do Conselho Supremo de Antiguidades, Mustafa Waziri, "pela primeira vez" foram achados escaravelhos mumificados nessa região, assim como múmias de gatos e 100 estátuas de madeira de felinos e algumas que representam cobras e crocodilos. O lugar era um cemitério de animais.

Os arqueólogos egípcios também encontraram em um dos mausoléus uma tumba do supervisor dos edifícios reais do fim da quinta dinastia de faraós (2.400 a.C), identificado como Kofo en Hat.

O ministro ressaltou que a descoberta é uma de uma das três que serão anunciadas até o fim do ano.

O Egito vem trabalhando na descoberta e no anúncio de novos túmulos na tentativa de atrair mais turistas, já que após os protestos de 2011 e a queda do presidente Mohamed Morsi em 2013 o número de visitantes caiu significativamente.

Publicidade
Publicidade