Segunda-feira, 21 de Outubro de 2019
Notícias

Eirunepé, município a 1.159 Kms de Manaus, decreta estado de emergência por conta da cheia

Mais de 100 casas já foram afetadas pela cheia do rio Juruá, segundo o secretário de Obras do município, Aquenes Souza



1.jpg Município teve estado de emergência decretado nesta sexta-feira (30)
30/01/2015 às 17:21

O município de Eirunepé, localizado a 1.159 Kms de Manaus, decretou estado de emergência nesta sexta-feira (30), depois que o nível das águas do rio Juruá subiu a ponto de começar a alagar residências de moradores.

"O nível do rio começou a subir acima do esperado lá pelo dia 14, mas tínhamos esperança de que não atingisse ninguém. O prefeito [Dissica Valério] esperou o quanto pôde, mas quando casas começaram a ser atingidas, ele precisou decretar", disse Aquenes Souza, secretário de Obras do município.



Segundo ele, mais de 100 casas já foram afetadas pela cheia do Juruá. "Por sorte, nenhuma era de alvenaria, então a prefeitura pôde entrar nelas e construir assoalhos mais altos, para manter as pessoas acima do nível das águas", explicou o secretário.

Agora, eles esperam algum tipo de recurso para ajudar nas obras de infraestrutura e assistência social que a enchente vai demandar. "A defesa civil do município fez um laudo consistente, em cima do qual a prefeitura fez o decreto. Agora esperamos que algum ente nos ajude", concluiu Aquenes.

Pela lei, o estado de emergência advém de uma "situação anormal, provocada por desastres, causando danos e prejuízos que impliquem o comprometimento parcial da capacidade de resposta do poder público do ente atingido". Sua decretação e reconhecimento enseja uma resposta do Ministério da Integração Nacional, geralmente na forma de transferência de recursos.


Mais de Acritica.com

Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.