Domingo, 26 de Maio de 2019
AVALIAÇÃO

Eleição em Caapiranga transcorre sem ocorrências graves, diz juíza do pleito

Sendo uma eleição mista, em que há a opção de votar com o cadastro biométrico e sem ele, alguns eleitores tiveram problemas pontuais no registro do banco de dados do TRE-AM.



WhatsApp_Image_2019-04-07_at_10.32.02_01878431-C7A5-4BB6-B5FA-2B8AB716F74B.jpeg
(Foto: Márcio Silva)
07/04/2019 às 11:46

A juíza do pleito em Caapiranga, Scarlet Viana, visitou as seções da Escola Estadual Carmina de Castro,maior colégio eleitoral do município, e disse que  não houve registros de ocorrências graves durante as votações da eleição suplementar na manhã deste domingo. Sendo uma eleição mista, em que há a opção de votar com o cadastro biométrico e sem ele, alguns eleitores tiveram problemas no registro do banco de dados do TRE-AM.

"Os que não foram reconhecidos pela biometria votaram sem o cadastro digital, sem mais impedimentos para o voto. Ainda irei visitar o segundo colégio eleitoral aqui na sede para checar eventuais situações que precisem de intervenção", comentou. 

Na sede do município, apenas dois colégios eleitorais estão disponíveis, com o restante dividido em comunidades rurais da cidade. Ao todo, 24 seções, contando com 96 mesários, foram preparadas para essas eleições suplementares. 

"Visitei as seções do interior no período de preparação das urnas e não encontrei algum problema. Estamos em constante contato com os fiscais que estão alocados lá para, caso minha presença seja necessária, providenciar o contorno para adversidades", completou a juíza.

No total, são cerca de 8500 eleitores em todo o município, que vão às urnas neste domingo escolher entre Antônio Queiroz (Pros) e Francisco Braz (DEM) quem vai comandar a cidade até o final de 2020.


Mais de Acritica.com

Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.