Segunda-feira, 22 de Abril de 2019
publicidade
caapiranga000_1EA555A5-FC0E-41F3-B6C3-59EEE7550CCD.JPG
publicidade
publicidade

DISPUTA

Eleição 'fora de época' para prefeito divide o município de Caapiranga

Município se divide entre a cor azul da campanha de Francisco Braz (DEM) e a cor laranja a campanha de Antônio Queiroz (PROS). Eleição acontece neste domingo


06/04/2019 às 13:52

A um dia das eleições suplementares de Caapiranga, os fogos de artifício começaram cedo na cidade neste sábado (6). Para quem é acostumado com as águas tranquilas do município, o clima acirrado entre os candidatos a prefeito Antônio Queiroz (Pros) e Francisco Braz (DEM) colocou todos os ânimos à flor da pele.

Eleitores vindos de comunidades rurais próximas a sede do município, de Manacapuru, Anamã e Manaus estranharam a intensidade das campanhas políticas e o envolvimento partidário do povo. Quem ficou na cidade na última semana, viu claramente a divisão entre a cor azul - da campanha de Francisco Braz - e a cor laranja - da campanha de Antônio Queiroz.

O agricultor José Lucio mora em uma das regiões do interior de Caapiranga e disse que não é comum vir com toda a família para votar na sede. Ele comentou que também ficou surpreso com a quantidade de gente chegando no porto da cidade com  as comitivas partidárias. 

"Não costumamos fazer isso; é uma coisa nova a gente se envolver. Todos estão juntos por um lado ou outro", declarou. Produtor rural, ele espera que o próximo prefeito invista mais em implementos agrícolas. 

"Espero que ele coloque mais programas de sementes pra gente e ajude quem é da roça. Também precisamos de mais saúde, mais médicos. Sem isso não dá para trabalhar nem estudar, mas com saúde a gente consegue tudo", afirmou.

Já para um professor desempregado, que preferiu não se identificar, a promessa de vinda de um polo da Universidade Estadual do Amazonas (UEA) para a cidade é a sua maior esperança. 

"Tudo o que o meu candidato fala eu acredito que ele possa fazer. A gente cresceu junto e ele sempre me tratou bem, nunca me desrespeitou. Moro há 31 anos aqui e sei que se o polo da UEA vier para cá vai melhorar muito a educação. Se tiver vaga, vou tentar algo. Ele (o candidato) também prometeu colocar uma máquina pra pôr asfalto na cidade, mesmo que não consiga apoio do Governo", comentou.

A merendeira de uma das escolas municipais, Graciete Ferreira, também espera mais investimentos na educação. Trabalhando com o ensino básico, ela admitiu que às vezes falta insumos para a merenda escolar e que a formação pedagógica dos alunos pode melhorar em certos pontos. 

"Acredito que as crianças e os adolescentes saem preparados das escolas, mas sempre dá para melhorar. Uma educação mais intensa e próxima das famílias, que atenda essas necessidades, é o que queremos", resumiu.

Falta de energia

De acordo com o posto de atendimento do Tribunal Regional Eleitoral (TRE-AM) em Caapiranga, em caso de uma falha na energia elétrica da cidade - decorrente dos recentes apagões pela sobrecarga na usina termelétrica do município - as eleições não serão prejudicadas devido a bateria de longa duração das urnas eletrônicas. 

"Cada bateria tem duração de 8h a 10h, em média, e ainda contamos com baterias reservas para cada urna. Na pior hipótese, em que um dia inteiro de apagão se instale na cidade, temos as urnas funcionando por todo o expediente eleitoral", explicou a técnica judiciária da 6° zona eleitoral Sabriane Guedes. 

Mesmo assim, ela disse que a juíza presidente desse pleito eleitoral garantiu o posicionamento da prestadora de serviços responsáveis de que não haverá o racionamento de energia no dia das eleições. 

O plano de emergência pensado é de que ao menos nas escolas e no cartório, seções eleitorais da região, existe a garantia de energia para a votação ocorrer sem problemas. 

Lei eleitoral

Segundo calendário instituído pelo TRE-AM com base no regulamento 2 de fevereiro deste ano do tribunal, este sábado é o último dia para a propaganda eleitoral por alto-falantes ou amplificadores de som, o que somente é permitido entre as 8h às 22h.

Também seguindo a regra de até às 22h, hoje será o último dia para a realização de passeatas e caminhadas ou carros de som com a realização de material gráfico de propaganda política. 

No domingo (7), está previsto para às 7h serem instaladas as seções eleitorais e às 8h iniciar o período de votação, estendendo-se até às 17h. O resultado está previsto para ser divulgado pela plataforma digital do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) às 19h.

publicidade
publicidade
Comediante vence eleição presidencial na Ucrânia, aponta boca de urna
Prefeito eleito de Caapiranga (AM) será diplomado até o próximo dia 26
publicidade
publicidade
publicidade
publicidade

publicidade
publicidade

Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.