Publicidade
Cotidiano
Notícias

Eleição para comando do PT no Amazonas vai para o 2º turno

Presidência do Diretório Estadual do PT será decidida no dia 24 deste mês. A direção da sigla em Manaus ficou com Vital Melo 12/11/2013 às 10:06
Show 1
Deputado Sinésio Campos levou mais votos no interior; já o sindicalista Waldemir Santana ficou à frente na capital
André Alves Manaus, AM

O ex-secretário municipal do Trabalho e Desenvolvimento Social de gestão Amazonino Mendes, Vital Melo, venceu a disputa interna do PT e se elegeu presidente do Diretório Municipal da sigla. Em 2012, ele foi candidato a vice-prefeito de Manaus na chapa da senadora Vanessa Grazziotin (PCdoB). O deputado estadual Sinésio Campos e o atual presidente do Diretório Municipal da legenda, Valdemir Santana, que concorrem ao comando estadual do partido, estão no segundo turno do Processo de Eleições Diretas (PED) do Partido dos Trabalhadores.

Com quase 50% de abstenção no Amazonas, as eleições internas para a direção do PT no Amazonas ocorreram no último domingo, com a participação de 10.200 filiados que foram às urnas em 60 municípios do Estado, para escolher os candidatos que concorriam aos comandos estadual e nacional da sigla. Ao todo, 18.752 filiados do PT estavam aptos à participar da votação, mas pouco mais da metade participou do pleito. No Amazonas, o partido possui 28.492 filiados, 14.543 em Manaus.

Até a noite de ontem, a direção do partido não havia concluído a contagem de votos em municípios como Pauini e Ipixuna e, por isso, não havia divulgado o resultado final da votação. Mas a legenda comunicou à imprensa que o número de votos pendentes de apuração nesses municípios não alterava a ida da eleição para o segundo turno, no dia 24 deste mês.

“Vital Melo é o novo presidente municipal do PT. No Diretório Estadual vai ter segundo turno entre Valdemir Santana e Sinésio Campos”, informou o secretário estadual de organização da legenda, Ernani das Neves. Até a noite de ontem, os números oficiais ainda não haviam sido divulgados.

Na capital, Valdemir Santana obteve vantagem contra Sinésio Campos, com mais de 40% dos votos. No interior, porém, o deputado estadual liderou a votação, seguido do colega de parlamento José Ricardo Wendling, que na votação geral (Manaus e interior do Amazonas) ficou em terceiro colocado.

Votação
Apesar da abstenção de 50%, os dois candidatos à direção estadual do PT avaliaram como “positiva” a participação dos eleitores petistas que foram às urnas no domingo. “É um gesto espontâneo, democrático, porque o voto não é obrigatório. Queremos ensinar para outros partidos políticos como deve ser um processo eleitoral e democrático das suas instâncias”, disse o deputado Sinésio Campos.

“Aqui no Estado a dificuldade para votar é muito grande. Em Manaus, só tem quatro colégios e para se locomover num domingo é complicado. Para nós do PT é uma vitória”, comentou Valdemir Santana.

Publicidade
Publicidade