Publicidade
Cotidiano
ESCOLHA

Votação para escolha de novo reitor começa na Ufam; consulta vai até 21h

Três chapas concorrem e cerca de 40 mil membros da Ufam estão aptos a votar, segundo a Universidade. Ao todo, universidade terá 20 urnas em Manaus e cinco no restante dos campis do Amazonas 22/03/2017 às 09:46 - Atualizado em 22/03/2017 às 11:30
Show 1490190140738104
Hedinaldo Lima (à esq.), Arminda Mourão (meio) e Sylvio Puga concorrem ao cargo de reitor da Ufam (Fotos: Arquivo/AC)
acrítica.com Manaus (AM)

As eleições para a escolha de reitor e vice-reitor da Ufam iniciaram nesta quarta-feira (22). A votação iniciou às 9h e finaliza às 21h. Nas unidades onde funcionam somente cursos diurnos, a consulta terminará às 18h.

De acordo com a universidade, cerca de 40 mil membros da Ufam estão aptos a votar em uma das três chapas concorrentes: Chapa 17 "Juntos pela UFAM", que tem como candidato a reitor o professor Hedinaldo Lima e a vice-reitora a professora Nikeila Conde; Chapa 31 "Contraponto", com as professoras Arminda Mourão e Iolete Ribeiro, concorrendo aos cargos de reitora e vice-reitora, respectivamente; e a Chapa 33 "UFAM: conectada para o futuro", que tem como candidatos os professores Sylvio Puga e Jacob Cohen.

A votação no campus em Manaus será feita por meio de urnas eletrônicas, acompanhada pelo Tribunal Regional Eleitoral do Amazonas (TRE-AM). Segundo a presidente da Comissão de Consulta à Comunidade Universitária (CCCU/Ufam), professora Sônia Carvalho, a metodologia garantirá precisão e celeridade ao processo eleitoral. “Já tivemos o treinamento para o uso das urnas eletrônicas e esperamos que, desta forma, a votação seja mais rápida e precisa. Todos os candidatos estão cientes e concordaram com o conteúdo das urnas”, afirma a professora.

Ao todo, são 20 urnas eletrônicas nas unidades de Manaus. Cada uma das cinco unidades acadêmicas fora da sede – Benjamin Constant, Coari, Humaitá, Itacoatiara e Parintins – terá uma urna convencional com cédulas de escâner ótico disponível para votação.

Aproximadamente 200 mesários, membros da comunidade universitária, passaram por treinamento no TRE para trabalhar durante a consulta na capital e no interior. Cada seção terá a presença de delegados e fiscais escolhidos pelas chapas concorrentes.

A apuração ocorre a partir das 22h, com previsão de término no dia 23 de março. Caso nenhum candidato obtenha percentual de 50% mais 1 no 1º turno, o processo vai para 2º turno, a ser realizado no dia 31 de março.

Publicidade
Publicidade