Publicidade
Cotidiano
COMISSÃO PROCESSANTE

Eleito com mais de 10 mil votos, prefeito de Iranduba é processado pela Câmara

Chico Doido é acusado de deixar de repassar aos instituto de previdência do municípios mais de R$ 4 milhões retidos dos contracheques dos servidores 15/11/2018 às 09:59 - Atualizado em 16/11/2018 às 11:50
Show chico doido 301bbd41 ec87 4788 94f4 fd99fb71dbb1
O prefeito Francisco Gomes, conhecido como Chico Doido é do partido DEM (Foto: Arquivo AC)
Larissa Cavalcante Manaus (AM)

Após a situação traumática para administração municipal, com a cassação e prisão do ex-prefeito Xinaik Medeiros, a normalidade ainda não voltou para o Município de Iranduba, distante a 27 quilômetros da capital. Eleito em 2016 com mais de 10 mil votos, o prefeito Francisco Gomes, conhecido como Chico Doido (DEM), é suspeito de prática de infrações político-administrativa, que envolvem crimes de responsabilidade e improbidade administrativa.

A Câmara Municipal de Iranduba acolheu na última terça-feira denúncias formuladas pela merendeira e servidora municipal Roseane Corrêa, entre elas, a ausência de repasses de mais de R$ 4,2 milhões ao órgão de previdência municipal INPREVI, recolhidos em 2017.

De acordo com o presidente da Câmara, Alessandro Carbajal (Podemos), a denúncia foi aceita por 11 dos 13 vereadores e a comissão processante têm cinco dias para notificar Chico Doido. Após a notificação, o prefeito deve apresentar a defesa em 10 dias e a comissão expõe o relatório final ao plenário da Câmara que votará pelo prosseguimento da investigação ou não. Caso o prefeito seja cassado, assume no lugar dele o vice Eduardo Cavalcante (PEN).

“A prefeitura já passou, em governos passados, por situações bem constrangedoras onde o Poder Legislativo se omitiu de cumprir com sua obrigação. O ex-prefeito José Maria Muniz e Xinaik foram presos em situações que a Justiça teve que agir. Não podemos permitir esses desmandos que vem acontecendo. O prefeito que em um ano de gestão acumula uma dívida de mais de R$ 4 milhões para o município, se ele continuar com isso, no final do mandato o município estará falido”, afirmou o vereador.

O líder de oposição, vereador George Reis (PV), contou que é frequente receber denúncias de servidores do município e terceirizados por atrasos de pagamento. O parlamentar disse que já apresentou denúncias ao Ministério Público contra o Executivo municipal.

“Quando atrasa três, ele paga um salário para aliviar após a pressão da Câmara. Já solicitamos informações e ele (prefeito) entrou com um mandado de segurança para não conceder a resposta. O que eu vejo é que o Judiciário municipal está a favor dele. Ele entrou na justiça para suspender a investigação do transporte coletivo e até hoje a CPI está suspensa”, declarou o vereador de oposição.

Outra denúncia

Nem bem completou dois anos de mandato, o prefeito de Iranduba está sendo investigado pela segunda vez pela Casa Legislativa. Em 2017, a Câmara apurou irregularidades na contratação de empresas para o transporte escolar sem realização de processo licitatório e superfaturamento nestes contratos.

“O certame foi anulado, a prefeitura recorreu da decisão e deu continuidade de maneira irregular, sem considerar os pedidos feitos pelo Tribunal de Contas de Estado. Esta denúncia do transporte não apresentou provas suficientes, tinha muita possibilidade para se questionar e não teve força suficiente para cassar um prefeito”, declarou o presidente da Câmara.

Outro lado

A reportagem esteve na sede da prefeitura de Iranduba e o chefe de gabinete, Leandro Lima, informou que o prefeito Chico Doido estava cumprindo agenda externa durante o dia todo em visitas em comunidades. "A notificação ainda não foi apresentada oficialmente aqui. Estamos aguardando", disse.

Blog

 “Não é de hoje e nem só essa gestão que faz coisas erradas. É a que está mais nos prejudicando. Imagina você trabalhar durante o ano de 2017 todo e não ter a contribuição previdenciária repassada apesar do valor mensal de R$ 126  ser  descontado. Quando a gente precisar desse benefício, não nos será concedido por essa falta de pagamento. É injusto. O sentimento de justiça me fez denunciar. O Iranduba já tem um histórico de fraudes e roubalheiras grandes. Recentemente teve a Operação Cauxi e não é justo a gente está sempre na mídia por esse tipo de coisa. Busco  mudanças. Deixo claro que não sou candidata a nada e não tenho pretensões”, contou a denunciante e merendeira na rede municipal de ensino, Rosane Corrêa.

Voz das ruas

Como você  avalia a gestão do prefeito Chico?

“Esses dois anos parece que não tem ninguém na direção. Falta infraestrutura nas ruas e vicinais. Parece que ninguém está tomando de conta”

Gerson Cruz, operador de máquinas

“Foram feitas várias promessas e até agora nada. A população em geral está insatisfeita com a administração dele”

Geovane Oliveira, mototaxista

“Nesses dois anos eu não vejo é nada. Quando tem obra de asfalto quem manda é o governador. Falta remédio e emprego”

Ana Maria França, doméstica

Publicidade
Publicidade