Sexta-feira, 13 de Dezembro de 2019
CONSELHO TUTELAR

Eleitores estão mais conscientes sobre importância do Conselho Tutelar

A Eleição do Conselho Tutelar para o quadriênio 2020-2023 ocorre até as 17h, com 495 urnas eletrônicas distribuídas em 145 escolas na área urbana e rural da capital



1efb5b1c-7cdc-4b7e-94ab-24bc79967e7d_4F0A865F-54ED-4B68-AE95-C9653204303A.jpg (Foto: Marcely Gomes/Freelancer)
06/10/2019 às 14:41

Os eleitores que decidiram enfrentar o sol deste domingo (6) para votar nos conselheiros tutelares estavam conscientes da importância deles na preservação dos direitos das crianças e adolescentes. A auxiliar de confeitaria Eldenora Gaspar, por exemplo, disse não perder nenhuma eleição. “Já me ajudaram muito, então eu venho para ajudar também porque precisam do voto”, frisou ao sair da sala de votação na Escola Estadual Sólon de Lucena, na Zona Centro-Sul de Manaus.

Eldenora conta que caiu da escada e ficou sem movimento das pernas, precisando de ajuda para atividades diárias. O conselheiro que atuava no bairro São Geraldo deu o apoio necessário e até a levou para a terapia. “Eles fazem um papel muito importante, ajudam muito, estão muito mais presentes que vereador, deputado. São os únicos que aparecem quando a gente precisa, por isso que eu venho votar, acho importante ajudar quem ajudou a gente”, afirma.



A professora Lidiane Mumbassa foi com a família ao local de votação. Ela também destacou que o cargo é importante para a comunidade, mas criticou o fato de só atuarem quando solicitados. “Eu acho que deveriam ter mais autonomia. Eles falam que não podem atuar se não tiverem denúncia, mas eu acho muito importante, tem muita criança que precisa, tem muitos casos na escola. Eu trabalhava em uma escola privada e a relação o Conselho Tutelar é mais com a escola pública e costuma trazer resultado” opina.

Pouca divulgação

A dona de casa Lucineide Ramos não sabia da votação para Conselheiro Tutelar neste domingo. Ela diz que se houvesse mais divulgação e se as pessoas entendessem a necessidade dos conselheiros nas comunidades o pleito teria mais adesão, mesmo sendo facultativo.

“Não vi divulgação, só soube porque ouvi uns vizinhos comentando. O conselheiro  faz essa ponte com a Justiça e é muito importante para as crianças e adolescentes  que estão desamparadas, mas como não vi campanha deles, nada do tipo, eu nem sabia que era hoje e não me programei para votar”, diz a dona de casa.

Pleito

A Eleição do Conselho Tutelar para o quadriênio 2020-2023 ocorre até as 17h, com 495 urnas eletrônicas distribuídas em 145 escolas na área urbana e rural da capital. O pleito é organizado pelo Conselho Municipal dos Direitos da Criança e do Adolescente (CMDCA), órgão vinculado à Secretaria Municipal da Mulher, assistência Social e Cidadania (Semasc), com a parceria do Tribunal Regional Eleitoral do Amazonas (TRE/AM) e do Ministério Público do Estado do Amazonas (MPE-AM), que participaram de todas as etapas. Os conselheiros têm salários que variam de R$ 3 mil a R$ 5 mil.

A apuração dos votos será às 17h, no Auditório Isabel Victoria de Mattos Pereira do Carmo Ribeiro, na sede da Prefeitura, no bairro Compensa, Zona Oeste.

Repórter de A Crítica

Mais de Acritica.com

Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.