Segunda-feira, 19 de Agosto de 2019
PRIORIDADE

'Corrupto do Amazonas não deve dormir', diz superintendente da Polícia Federal

Segundo Alexandre Saraiva, combate ao tráfico de drogas e aos crimes ambientais estão no foco da Polícia Federal durante sua administração



zCID010203_p01.jpg Saraiva diz que o foco da PF este ano será o combate à corrupção (Foto: Jair Araújo)
01/01/2018 às 19:32

O superintendente da Polícia Federal do Amazonas, Alexandre Saraiva, afirmou que a prioridade número um da sua administração será o combate a corrupção. “Esse será nosso carro chefe”, prometeu o delegado, que antes de assumir a chefia da PF no Amazonas foi superintendente do órgão no Maranhão e em Roraima. De acordo com ele “os corruptos do Amazonas não devem dormir porque as ações de combate só estão começando”. Também estão no foco o combate ao tráfico de droga e aos crimes ambientais, ressaltou o superintendente. Um número maior de delegados e foi designado para auxiliar nas investigações. 

“Na minha escala de prioridade, o combate a corrupção é a número um porque a corrupção acaba por criar outros crimes. Todos os outros crimes são potencializados quando se tem corrupção. A efetividade para enfrentar o tráfico de droga e a efetividade para educar as crianças diminui quando há corrupção e isso aí priva as crianças de ter um horizonte melhor”, afirmou. “Eu não consigo entender como uma pessoa consegue viver sabendo que o dinheiro que ela usa está tirando a saúde e a educação de outras pessoas”, acrescentou.

Alexandre Saraiva chamou a corrupção de “a mãe de todos os crimes”. “Sou um policial que fui forjado no combate aos crimes ambientais, é o que eu mais gosto de fazer na polícia, mas eu reconheço que o combate a corrupção é a grande batalha do Brasil” afirmou.

Conforme o superintendente, qualquer um que tenha cometido algum desvio poderá ser preso. “Eles não deveriam dormir e, como diz o nosso hino, ‘contra os maus, dia e noite, lutamos’. O corrupto do Amazonas não deve dormir tranquilo porque nós vamos nos esforçar ao máximo para que ele responda perante à Justiça”, afirmou.

O delegado federal diz que o combate a corrupção deve ser feito também pela via eleitoral: “As próximas eleições vem aí, está na hora da sociedade dar a resposta. É preciso que pessoas de bem se candidatem. Está na hora dos homens de bem do Amazonas chamarem a responsabilidade para que não fiquemos no silêncio dos bons”.

Receba Novidades

* campo obrigatório

Mais de Acritica.com

Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.