Sexta-feira, 19 de Julho de 2019
Notícias

Eletrobras Amazonas Energia confirma aumento em tarifas, válido a partir deste sábado (1º)

Diretoria da concessionária em Manaus explicou que o reajuste é consequência do impacto causado pela forte estiagem que provocou aumento no custo da geração de energia



1.gif Os diretores Nelisson Hoewell (à esq.), Radyr Oliveira e o gerente Lúcio Fernandes justificaram o aumento da tarifa
01/11/2014 às 11:20

Após o reajuste nas tarifas de energia elétrica (de 15,83% para consumidores residenciais e de 22,6% para a indústria), na última quarta-feira, que surpreendeu os consumidores amazonense, a Eletrobras Amazonas Energia confirmou o aumento que passa a valer a partir de hoje. Conforme publicação no Diário Oficial da União (DOU), as tarifas de energia elétrica no Amazonas ficarão, em média, 18,62% mais caras. A concessionária apresentou justificativas formais para o reajuste expressivo nas contas de luz.

A diretoria da concessionária em Manaus, representada pelo diretor de regulação, Nelisson Hoewell, o diretor presidente, Radyr Gomes, e o gerente de regulação, Lúcio Fernandes, explicou que o reajuste é consequência do impacto causado pela forte estiagem que provocou um aumento no custo da geração de energia, em função na necessidade de despacho das usinas térmicas a óleo e gás.

Segundo eles, a medida irá vigorar até outubro do próximo ano, quando novos cálculos serão realizados, podendo indicar redução na tarifa.

Novas regras

A influência do reajuste das tarifas nas contas de energia elétrica se dará de forma gradativa e proporcional aos dias de consumo.

Para os consumidores residenciais, o aumento será de 15,83%, já para os consumidores com fornecimento em alta (consumo acima de 2,3 quilowatt) ou média tensão (que engloba alta e baixa tensão), a tarifa sofrerá aumento de 22,63%.

Quanto ao reajuste médio de 18,62%, a diretoria da concessionária esclareceu que 0,20% foi a parcela de contribuição da Amazonas Energia, referente à cobertura dos seus custos com a distribuição. O restante do aumento será destinado para a compra de energia, transmissão de encargos e tributos. “Em uma conta de luz que custa R$100, R$16,60 vai para a Amazonas Energia, R$61,90 é para a compra de energia, R$1,60 é o valor referente à transmissão, R$4,40 para encargos e R$15,50 é destinado para pagar tributos”, disse o corpo diretor.

O aumento da tarifa foi aprovado durante a reunião pública realizada pela Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) na última quarta-feira.

Receba Novidades

* campo obrigatório

Mais de Acritica.com

Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.