Segunda-feira, 03 de Agosto de 2020
INTERNACIONAL

Em coletiva de imprensa, Casa Branca deseja rápida recuperação a Bolsonaro

Chefe da Organização Mundial da Saúde (OMS), Tedros Adhanom Ghebreyesus, também desejou que presidente tenha uma rápida recuperação



download__32__14B8CE06-85D7-441B-B9EB-566DE668A0A5.jpg Foto: Tom Brenner/Reuters
07/07/2020 às 18:39

A Casa Branca desejou uma rápida recuperação ao presidente Jair Bolsonaro nesta terça-feira, após a confirmação de que foi contaminado pelo novo coronavírus.

A porta-voz da Casa Branca Kayleigh McEnany disse a repórteres que não havia conversado com o presidente dos EUA, Donald Trump, sobre o anúncio feito por Bolsonaro, mas acrescentou: “Desejamos bem a ele e uma rápida recuperação.”



Bolsonaro, que diversas vezes minimizou a Covid-19 e inclusive a descreveu como “gripezinha”, afirmou mais cedo nesta terça que teve resultado positivo em teste para a doença realizado na véspera, mas acrescentou estar se sentindo bem.

Desde o início da pandemia o presidente brasileiro tem repetido muitas das posturas de Trump de minimizar o coronavírus.

Um exemplo dessa postura semelhante é a defesa veemente do uso da hidroxicloroquina no tratamento da Covid-19. Já na segunda, antes mesmo do resultado de seu exame, Bolsonaro disse ter começado a usar o medicamento, que não tem comprovação científica de eficácia contra o coronavírus.

Bolsonaro já havia realizado testes para Covid-19, que tiveram resultado negativo, depois que vários assessores próximos, incluindo ministros, foram diagnosticados com a doença após uma visita ao resort de Trump na Flórida.  

No fim de semana, Bolsonaro e cinco ministros participaram de almoço na embaixada norte-americana em Brasília para comemorar o aniversário da independência dos EUA.

A embaixada informou nesta terça-feira via Twitter que o embaixador Todd Chapman e sua esposa “testaram negativo e permanecerão em casa em quarentena”. Segundo o tuíte, a embaixada está avaliando toda a equipe que pode ter sido exposta à Covid-19.

O Brasil é o segundo país do mundo mais atingido pela Covid-19, atrás apenas dos Estados Unidos, com mais de 1,6 milhão de casos confirmados e mais de 65 mil mortos.

O chefe da Organização Mundial da Saúde (OMS), Tedros Adhanom Ghebreyesus, também desejou nesta terça que Bolsonaro tenha uma rápida recuperação.


Mais de Acritica.com

Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.