Sexta-feira, 05 de Junho de 2020
LOCKDOWN

Em isolamento total, Pará atinge a 3ª posição no ranking nacional de isolamento social

Estado alcançou nesta sexta-feira (8) o índice de 49,3%, ainda considerado abaixo da média recomendada de 70%



6291_eb8a7283-f250-e771-63ce-acfc02e68b5c.jpg Foto: Agência Pará
08/05/2020 às 20:41

No primeiro dia de isolamento total - lockdown, em inglês -, decretado em dez municípios, pelo governo do Estado, o Pará registrou a 3ª posição no ranking nacional de isolamento social, alcançando o índice de 49,03% de pessoas em casa. O dado coloca o Estado atrás do Rio de janeiro (49,19%) e Maranhão (49,3%).

O número foi computado na quinta-feira (7) e ainda permanece abaixo do recomendado pela Organização Mundial da Saúde (OMS), que estabelece a taxa de 70% para que a medida seja efetiva no enfrentamento ao novo coronavírus.



Os dados foram divulgados nesta sexta-feira (8), pela Secretaria de Estado de Segurança Pública e Defesa Social (Segup), por meio da Secretaria Adjunta de Inteligência e Análise Criminal (Siac).

O secretário paraense de Segurança Pública e Defesa Social, Ualame Machado, avaliou o posicionamento no ranking e o primeiro dia do lockdown no Estado.

“Podemos perceber que, mesmo diante da nossa atuação e da implantação do novo regime, alcançamos o 3º lugar no ranking nacional de isolamento, porém, o percentual não é muito animador, tendo em vista que atingimos a faixa de 49% de isolamento social quando o recomendado é de 70%", disse.

Segundo o titular da Segup, apesar da colocação elevada, ainda é preciso melhorar o índice para garantir a segurança e proteção das pessoas quanto a contaminação pelo coronavírus.

"Esperamos que, a partir de nossas ações de orientação e das medidas mais rígidas, a nossa população se conscientize e permaneça mais tempo em casa, isolada, se precavendo contra a covid- 19”, falou Machado.

Municípios

De acordo com o levantamento, ao analisar as cidades paraenses, os três melhores índices de isolamento estão nos municípios de Bannach (71,4%), Bagre (67,5%) e Terra Alta (65,9%). Os piores são em Goianésia do Pará (28,5%), Bom Jesus do Tocantins (30,4%) e Magalhães Barata (33,3%). 

Marabá, Santarém e Breve, cidades que já contam com Hospitais de Campanha para pacientes com covid-19, as taxas de isolamento registradas na quinta-feira foram de 42,8%, 41,6% e 49,1%, respectivamente.

Belém e Ananindeua

Em Belém, incluindo os distritos, os bairros com as maiores taxas de pessoas em casa na quinta-feira foram: Nazaré (68,1%), Souza (67,8%) e Cidade Velha (66,8%). Já onde as pessoas desobedeceram a recomendação de ficar em casa, registrando um baixo índice de isolamento foram: São João do Outeiro (31,8%), Água Boa (36,6%) e Tapanã (34,1%).

Em Ananindeua, os melhores índices foram registrados na Cidade Nova III (60,1%), Águas Brancas (59,8%), Cidade Nova II (57,4%). Já os piores índices foram observados nos bairros Julia Sefer (31,6%), Águas Lindas (42,9%) e Heliolândia (43,2%).

Na quarta-feira (6), a capital paraense registrou índice de 52,8% e Ananindeua, 50,8%.


Mais de Acritica.com

Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.