Sábado, 24 de Agosto de 2019
Notícias

Em Manaus, 15 urnas precisaram ser substituídas e 30 juízes atuam para coibir crimes

A presidente pediu para a população denunciar crimes como santinhos sendo jogados em via pública e boca de urna por meio do telefone (92) 9131-2014 e, se possível, fotografe ou filme o ato para que sirva se prova contra o infrator



1.jpg Coletiva foi concedida na base do TRE montada na Universidade Nilton Lins
05/10/2014 às 12:54

A desembargadora Socorro Guedes, presidente do Tribunal Regional Eleitoral (TRE-AM), concedeu a primeira entrevista coletiva sobre o andamento das eleições na sala de impensa montada para servir como base do órgão na Faculdade Nilton Lins, localizada na Zona Centro-Sul de Manaus.

A coletiva, previamente marcada para as 9h30, sofreu um atraso e só teve início às 10h14. A presidente comentou sobre o voo que fez durante manhã de domingo para observar o ambiente na cidade nos momentos iniciais da abertura do pleito de 2014.

De acordo com ela, tudo corre dentro dos padrões. Até o momento da coletiva à imprensa, 11 pessoas já haviam sido detidas por suspeita de boca de urna e um total de 15 urnas sofreram problemas e tiveram que ser substituídas.

Acompanhada de Cintia Eduards, diretora-geral do TRE, e de Messias Andrade, chefe do setor de informática do TRE, a presidente comentou que sobrevoou as garagens das empresas de ônibus da capital para verificar se havia alguma retenção dos coletivos.

Segundo a desembargadora,  os ônibus que permaneceram nas garagens foram aqueles que previamente havia sido constatado que estavam fora de circulação.

Todos esses coletivos receberam um lacre do Tribunal, validando a sua inutilidade para o dia das eleições. Em seguida, o chefe do setor de informática, Messias Andrade , falou sobre as urnas eletrônicas que tiveram problemas.

Cinthia Eduards informou que o pleito segue sem tumultos e que vem mantendo contato com o Tribunal Superior Eleitoral (TSE), repassando relatórios de hora em hora sobre as eleições no Estado.

Socorro Guedes ainda comentou sobre os santinhos que invadiram as vias da cidade desde as primeiras horas do dia,De acordo com a desembargadora,  ela realmente observou que o material de campanha estava espalhado por boa parte da cidade e que as medidas cabiveis estão sendo tomadas. As pessoas que foram flagradas fazendo esse tipo de ação,  responderão por crime ambiental.

A presidente ainda pediu para a população denunciar tais pessoas por meio do telefone (92) 9131-2014 e, se possível, fotografe ou filme o ato para que sirva se prova contra o infrator.

Quanto à questão de corrupção eleitoral,  Socorro Guedes citou que 30 juízes estao atuando na capital com o intuito de coibir a compra de votos e a boca de urna.

Receba Novidades

* campo obrigatório

Mais de Acritica.com

Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.