Publicidade
Cotidiano
Notícias

Em Manaus, usuários reclamam da demora durante primeiro dia do recadastramento biométrico

Primeiro dia foi marcado por críticas de usuários, que só tiveram 300 senhas disponibilizadas. A meta da Justiça Eleitoral do Amazonas é que, até o primeiro trimestre de 2016, os 1,2 milhão de eleitores da capital estejam recadastrados 17/11/2014 às 12:25
Show 1
A meta é ter 1,2 milhão de eleitores de Manaus recadastrados.até o primeiro trimestre de 2016
Janaína Andrade Manaus (AM)

O primeiro dia do recadastramento biométrico dos eleitores de Manaus iniciou na manhã desta segunda-feira (17), no prédio Anexo do Tribunal Regional Eleitoral (TRE-AM), no bairro Aleixo, Zona Centro-Sul da capital, e foi marcado por críticas da população devido à quantidade de senhas disponibilizadas, apenas 300, e a demora no atendimento.

As senhas, de acordo com servidores do TRE, começaram a ser distribuídas às 7h, e antes disso já havia fila. De acordo com uma servidora que não quis se identificar, às 8h30 as 300 fichas já haviam sido distribuídas. O atendimento, que deveria ser das 8h às 17h, conforme informação disponibilizada pela assessoria de imprensa do Tribunal, só será até as 13h.

As irmãs Eunice Zuern, 49, e Lindalva Silva de Almeida, 52, chegaram às 6h30 da manhã no local e, às 11h30, ainda não haviam sido atendidas. “Já estamos há cerca de 5h aqui aguardando atendimento e o que estamos vendo é um desencontro de informações e quem é prioridade vem em qualquer guichê e é logo atendido, quando deveriam reservar uma parte dos guichês”, reclamou Eunice.

Já Lindalva disse que não esperava tanta demanda no primeiro dia do recadastramento. “Eu vim logo hoje por que achei que como não havia, ainda, sido amplamente divulgado, eu seria logo atendida, mas não estou vendo esperança de horário para sair daqui hoje, mas também só saio quando me atenderem, já estou aqui mesmo”, falou a dona de casa.

De acordo com o secretário de Tecnologia da Informação do Tribunal Regional Eleitoral (TRE-AM), Messias Andrade, apenas hoje o atendimento não será até às 17h. “Amanhã (terça-feira) nós já estaremos trabalhando até às 17h, hoje foi um primeiro dia, nós também estamos nos adequando. Hoje estamos com 32 guichês, pois corresponde a quantidade de equipamentos repassados pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE), mas pretendemos nos próximos dias, também, aumentar a quantidade de senhas para a população”, explicou Andrade.

Durante o processo de Recadastramento Biométrico, o eleitor terá uma amostra de sua assinatura colhida, será fotografado e terá suas impressões digitais capturadas. Neste primeiro momento, o recadastramento é, de acordo com o secretário de TI, ordinário, ou seja, não é obrigatório. “Somente a partir de março ou abril será extraordinário, ou seja, obrigatório, mas até lá também já teremos recebidos mais equipamentos do TSE para atender, a contento, a sociedade manauense”, adiantou.

Para o processo, o eleitor deve apresentar documento de identidade original (RG, CNH, carteira profissional, certidão de nascimento ou casamento); comprovante de endereço recente e título de eleitor.

No Amazonas, o uso da tecnologia de identificação digital foi utilizado em sete municípios nas eleições 2014: Presidente Figueiredo, Careiro da Várzea, Itacoatiara, Iranduba, Novo Airão, Manacapuru e Rio Preto da Eva.

Nas eleições deste ano, muitos relatos de pessoas que, ao chegar aos locais de votação, descobriram que alguém já tinha votado em seu lugar, chamou atenção. Com o registro das digitais, a Justiça Eleitoral garante que a possibilidade de uma pessoa votar no lugar de outra reduzirá significativamente.

O eleitor poderá solicitar os seguintes serviços: alistamento eleitoral, transferência, revisão e segunda via. O horário de atendimento será de segunda a sexta, das 8 às 17 horas.

A seguir, uma breve orientação da documentação necessária a ser apresentada de acordo com o serviço solicitado:

Vou fazer meu primeiro Título:

Documento oficial e original que contenha nome completo, data de nascimento, filiação e cidade onde nasceu (Identidade, Certidão de Nascimento ou Casamento, Reservista e Carteira de Trabalho). Não serão aceitos a carteira de habilitação e o passaporte. Comprovante de residência original, atual e recente, no município em seu próprio nome, ou de seus pais, ou cônjuge. Não são aceitas correspondências particulares. Quitação do serviço militar (para os homens), se o eleitor completar 18 anos no ano do alistamento eleitoral, até o último dia do ano em que completar 45 anos de idade.

Vou transferir meu Título de Eleitor de outra cidade:

Documento oficial e original que contenha nome completo, data de nascimento, filiação e cidade onde nasceu (Identidade, Certidão de Nascimento ou Casamento, Reservista e Carteira de Trabalho). Não serão aceitos o passaporte e a CNH (Carteira Nacional de Habilitação) para o primeiro Título. Comprovante de residência original, no município, em seu próprio nome, ou de seus pais, ou cônjuge, que comprove três meses de residência. A data do documento não poderá ser superior a um ano. Não são aceitas correspondências particulares. Título de Eleitor, se ainda possuir. Prazo de pelo menos um ano da última movimentação.

Vou transferir meu Título de Eleitor dentro da mesma cidade:

Documento oficial e original que contenha nome completo, data de nascimento, filiação e cidade onde nasceu (Identidade, Certidão de Nascimento ou Casamento, Reservista e Carteira de Trabalho). Comprovante de residência no Município, em seu próprio nome, ou de seus pais, ou cônjuge. Não são aceitas correspondências particulares.Título de Eleitor, se ainda possuir.

Vou fazer uma revisão de meu Título de Eleitor (vou alterar meus dados, mas, continuarei votando no mesmo local):

Documento oficial e original que contenha nome completo, data de nascimento, filiação (Identidade, Certidão de Nascimento ou Casamento, Reservista e Carteira de Trabalho) e a informação que deseja alterar. Comprovante de residência no Município, em seu próprio nome, ou de seus pais, ou cônjuge. Não são aceitas correspondências particulares.Título de Eleitor, se ainda possuir.

Vou tirar uma segunda via de meu Título de Eleitor: 

Documento oficial e original que contenha nome completo, data de nascimento, filiação e cidade onde nasceu (Identidade, Certidão de Nascimento ou Casamento, Reservista,Carteira de Trabalho).

Publicidade
Publicidade