Publicidade
Cotidiano
OPERAÇÃO

Em Parintins, casa de ex-prefeito é alvo de mandados de busca e apreensão

Forças policiais foram à casa de Alexandre da Carbrás e também à loja Empório dos Colchões; ele se diz alvo de perseguição política 03/02/2017 às 13:10
Show whatsapp image 2017 02 03 at 12.25.41
Policiais apreenderam documentação e encaminharam ao MP (Foto: Divulgação)
Janaína Andrade Manaus (AM)

As polícias Militar e Civil cumpriram na manhã desta sexta-feira mandado de busca e apreensão na residência do ex-prefeito de Parintins, Alexandre da Carbrás (PSD), localizada no bairro Dejard Viera, e no estabelecimento comercial “Empório dos Colchões”, na avenida Paraíba daquele município. Na residência do prefeito foram apreendidos equipamentos eletrônicos, enquanto no Empório dos Colchões, dezenas de caixas com documentos da Prefeitura de Parintins.

O mandado foi expedido pelo juiz da 1ª Vara da Comarca de Parintins Fábio César Olintho de Souza, a pedido do Ministério Público de Parintins, na pessoa da promotora pública Carolina Monteiro Maia.

Outros mandados deverão ser cumpridos ainda nesta sexta-feira, por determinação da Justiça, na residência do ex-procurador geral da Prefeitura de Parintins, o advogado Edy Maia e de pessoas ligadas a ex-administração de Alexandre da Carbrás.

Procurado pela reportagem, Carbrás afirmou que está em Manaus e que foi informado do mandado, por meio de uma funcionária sua. O político atribuiu o mandado de busca e apreensão em sua residência a perseguições políticas do atual prefeito, Bi Garcia (PSDB). O ex-prefeito negou que tenha sido encontrado algo em sua residência.

“Eu fui pego de surpresa por uma ligação de uma funcionária minha em Parintins, de que nas primeiras horas da manhã haviam policiais que mostraram para ela, até de forma muito tranquila, um mandado de busca e apreensão referente a denúncias e que estavam ali para buscar documentos da Prefeitura. Lá na minha residência não acharam absolutamente nada de documentos da Prefeitura e nós estamos muito tranquilos em relação a isso. O que a gente sabe é que a denúncia foi feita por pessoas que participaram da equipe de transição do prefeito eleito (Bi Garcia), que é meu adversário político. Não houve nenhum tipo de truculência dos policiais e nós atendemos aos policiais, respeitando a determinação da Justiça. Já me coloquei a disposição da Justiça para prestar os esclarecimentos necessários, mas não foi achado nada, nem documento ou qualquer material”, disse Carbrás.

O ex-prefeito afirmou que o mandato é referente a denúncia feita pelo atual prefeito, Bi Garcia, referente ao “desaparecimento de documentos e material da Prefeitura de Parintins”.

“Eu quero deixar claro que nós não pegamos nenhum equipamento da prefeitura de Parintins e que em relação a documentação não sei maiores detalhes, pois estou em Manaus. Não sei que documentação eles estão falando, mas tenho uma equipe em Parintins que está fazendo o trabalho de prestação de contas e que já vai terminar em fevereiro. E assim que terminar essa prestação de contas em Parintins, eu encaminho o resultado para o TCE”, declaro.

Segundo o ex-prefeito, denúncias como esta são “comuns” no interior e “frutos de perseguições políticas”, sendo em seguida taxativo: “Bi Garcia é meu adversário, mas estou trabalhando para colocar as informações em ordem”.

MP-AM fez recomendação em 2016

Em novembro de 2016, o Ministério Público Estadual (MP-AM) determinou que o então prefeito de Parintins parasse de demitir servidores da prefeitura sob pena de pedir à Justiça que o condene por improbidade administrativa. O aviso ao prefeito foi feito por meio de um ofício assinado pelos promotores Flávio Mota Morais e Carolina Monteiro.

No documento, os promotores chegaram a alertar Carbrás de que pelas medidas ilícitas adotadas ele poderia ser retirado do cargo, antes do término do mandato. O MP-AM pediu no ofício que Carbrás readmitisse todos os servidores demitidos até o mês de novembro de 2016.

Com alto índice de rejeição, Carbrás desistiu de disputar a reeleição em 2016. O atual prefeito de Parintins é o deputado estadual Bi Garcia (PSDB), eleito no dia 2 de outubro.

Publicidade
Publicidade