Terça-feira, 21 de Maio de 2019
MANIFESTAÇÃO

Em Parintins, centenas vão às ruas em ato pela educação pública

Professores e alunos universitários e também da rede pública de ensino fizeram um dia de manifestações na Ilha Tupinambarana



PARINTINS_BBCE13E9-FD83-4338-B000-B4044DDD5263.JPG
(Foto: Carlos Alexandre)
15/05/2019 às 17:55

Manaus não foi a única cidade do Amazonas a  receber protestos contra o bloqueio de verbas das universidades  públicas. Em Parintins, onde há unidades da Universidade Federal do Amazonas (Ufam) e do Instituto Federal do Amazonas (Ifam), estudantes e professores universitários e também da rede municipal e estadual de ensino, foram às ruas da cidade. 

As mobilizações iniciaram ainda durante a manhã, em frente às unidades federais. À tarde, alunos e professores se concentraram na Praça dos Bois, próximo ao Bumbódromo, e de lá saíram pelas ruas da cidade, alertando e reclamando das medidas tomadas pelo Governo Federal e também em referência à greve dos professores no Estado.  

LEIA MAIS: Em Manaus, manifestantes destacam pesquisas científicas durante ato pró-Educação

O professor universitário Lucas Milhomes foi um dos participantes da manifestação.  "Fizemos uma programação durante o dia todo, com aulas públicas, e agora à tarde estamos nos encontrando com a categoria do município e do Estado contra os cortes e a favor da Educação Pública", destacou o professor, criticando o presidente Jair Bolsonaro, que chamou manifestantes de idiotas e massa de manobra. "A resposta vai ser nas ruas, mostrando que a nossa luta é pela educação púbica de qualidade e não por cortes, mas por investimento".

A professora Aldirene Cordeiro, que classificou Jair Bolsonaro como um "'despresidente' que faz um 'desgoverno'", afirmou que ele precisa fazer o que é necessário para garantir saúde e educação de qualidade para a população.  "Infelizmente, o atual desgoverno pensa que pode fazer o que quiser, mas a população, quando se sente acuada, mostra a que veio e invade as ruas.  O Brasil não é um gigante adormecido, ele acorda quando sente necessidade de acordar. E estamos acordando porque a universidade pública hoje está correndo um sério risco".

*Com informações de Carlos Alexandre, do CNA 7. 

News portal1 841523c7 f273 4620 9850 2a115840b1c3
Jornalismo com credibilidade

Mais de Acritica.com

Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.