Domingo, 07 de Março de 2021
Aglomerações clandestinas

Em uma única noite, 63 pessoas são presas em bares clandestinos na zona leste

Ainda está proibida a circulação e aglomerações de pessoas das 19h às 6h



Sem_t_tulo_170574D7-4988-4FDF-8B0C-9180B4AD50F7.jpg Foto: Divulgção PCAM
22/01/2021 às 07:38

Em virtude do descumprimento governamental ao torque de recolher, 63 pessoas foram detidas na noite desta quinta-feira (21), durante operação das Polícias Civil e Militar em diversos bares no bairro Jorge Teixeira, na Zona Leste de Manaus. 

De acordo com o delegado Torquato Mozer, titular do 30º Distrito Integrado de Polícia (DIP), a ação policial foi resultado de várias denúncias anônimas de aglomeração em dias de jogos, com vendas de bebidas alcoólicas. 



"Ao termos conhecimento, montamos uma operação em conjunto com policiais militares e ficamos monitorando a movimentação dos estabelecimentos, que inclusive, já tinham divulgado eventos nas redes sociais. Após o final da partida de futebol entre Flamengo e Palmeiras, flagramos várias pessoas que assistiam o jogo com as portas abaixadas e regado a bebidas deliberadamente como se não houvesse o decreto", explicou o delegado Torquato Mozer. 

A autoridade policial ressaltou, ainda, que os estabelecimentos comerciais não essenciais sejam fiscalizados pela Vigilância Sanitária Municipal (Visa Manaus), órgão ligado à Secretaria Municipal de Saúde (Semsa) e tenham o alvará de funcionamento cassado por descumprimento as medidas de controle da pandemia.

"Além do trabalho da polícia, o mais importante é que estes estabelecimentos comerciais, que seguem abertos na cidade durante o período de enfrentamento ao novo coronavírus, tenham o alvará cassado. Várias denúncias sempre apontam o mesmo estabelecimento comercial", pontuou Mozer.

Conforme informações do capitão Soeiro, supervisor de área da 30ª Companhia Interativa Comunitária (Cicom), cinco bares situados nas ruas Jacaré, Tambaqui e avenida Itaúba foram alvos das ações policiais, que resultou na prisão de 54 adultos, sendo duas mulheres e, apreensão de oitos adolescentes. 

"Nesse locais, encontramos uma grande concentração de pessoas jogando sinuca e ingerindo bebidas alcoólicas, no período do toque de recolher. Quem for flagrado nas ruas em descumprimento ao decreto será detido e conduzido à central de flagrantes", disse o capitão Soeiro. 

Os detidos foram conduzidos à Delegacia-Geral da Polícia Civil do Amazonas (PC-AM, no bairro Dom Pedro, na Zona Centro-Oeste da capital, onde assinaram o Termo Circunstanciado de Ocorrência (TCO) por infração de medida sanitária preventiva. 


Foto: Josemar Antunes

Para cumprir o decreto do governo que proíbe a circulação de pessoas, entre 19h e 6h, as forças de segurança do Amazonas estarão nas ruas até até o dia 31 de janeiro. A medida foi anunciada na última quinta-feira (14) pelo governador Wilson Lima (PSC) e têm como objetivo conter a disseminação do novo coronavírus no estado.


Mais de Acritica.com

Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.