Publicidade
Cotidiano
Notícias

Empreendedores criam sistema que auxilia controle do consumo de energia elétrica no Amazonas

Segundo o coordenador do projeto, o engenheiro elétrico Allan Roberto Amorim, o funcionamento da ferramenta é simples e se dá por meio de uma central controlada por computador ou celular 29/01/2016 às 14:52
Show 1
Equipamento ‘Mashina’ gerenciará, via celular ou computador, dispositivos elétricos em residências
acritica.com* Manaus (AM)

Até 2017, o Amazonas contará com um equipamento eletrônico que possibilitará que os consumidores gerenciem e monitorem, via smartphones e computadores, o consumo elétrico dos dispositivos eletroeletrônicos das residências. Um protótipo do “Mashina” deve ser concluído em seis meses.

Intitulado de “Mashina”, a ferramenta está sendo desenvolvida por microempreendedores com apoio do governo do Estado via Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado do Amazonas (Fapeam) com recursos do Programa Sinapse da Inovação em parceria com a Fundação Centros de Referência em Tecnologias Inovadoras (Certi)

Segundo o coordenador do projeto de pesquisa, o engenheiro elétrico Allan Roberto Amorim, o funcionamento da ferramenta é simples e se dá por meio de uma central controlada remotamente por computador ou celular.

A central fará o gerenciamento dos dispositivos na residência, monitorando o consumo energético para otimizar o uso dos equipamentos, gerando uma redução no consumo de energia.

“O processo é bastante prático. O usuário poderá ligar ou desligar determinados equipamentos em sua residência com um simples toque na interface do seu smartphone. Para isso, bastará que ele tenha uma conexão com a internet. Indicadores de consumo e estimativas serão apresentados ao usuário, permitindo a tomada de decisões no sentido de economizar energia”, disse o Amorim.

De acordo com Allan Amorim, o termo “Mashina” é russo que significa máquina, motor, e foi proposto por um designer que atuou com a equipe no início do projeto. “Mashina é algo que transforma uma fonte de combustível em movimento útil. Nós transformamos conhecimento técnico em produtos”, disse o engenheiro.

Além de transformar o conhecimento técnico em produtos, em tempos de crise energética e aumento das tarifas no País, a ferramenta auxiliará os consumidores a, de forma simples e prática, reduzir o consumo nas residências e, consequentemente, o valor pago a concessionária pelos serviços.

*Com informações da assessoria de imprensa

Publicidade
Publicidade