Publicidade
Cotidiano
Notícias

Empresa de videogames Nintendo encerra de operações no Brasil

A informação é do diretor geral da Nintendo na América Latina, Bill Van Zyll, que culpou a alta carga tributária pela decisão 09/01/2015 às 18:15
Show 1
'Arrivederci, Mario!': icônico personagem será um dentre os vários que ficarão de fora das prateleiras nacionais com a medida
Lucas Jardim Manaus (AM)

A empresa japonesa Nintendo, gigante no mercado de videogames, anunciou nesta sexta-feira (9) que encerrará suas operações no Brasil, efetivamente parando a distribuição de jogos e consoles em território nacional.

A informação é do diretor geral da Nintendo na América Latina, Bill Van Zyll, que afirmou que a empresa está "está dando um passo atrás no Brasil para repensar o seu modelo de negócios".

Para Bill, "as altas tarifas sobre importação que se aplicam ao nosso setor e a nossa decisão de não ter uma operação de fabricação local" foram os fatores que mais pesaram na decisão. A atual forma que os impostos afetam os negócios da companhia tornaram a situação dela "insustentável" no país, segundo o executivo.

Com o anúncio, fica a decisão que a Gaming do Brasil, empresa subsidiária da Juegos de Video Latinoamérica que distribui os jogos da Nintendo no Brasil, não importará mais os produtos da japonesa, o que restringe as vendas de consoles como Wii U e 3DS (e seus respectivos jogos) somente aos produtos que já estão em estoque no país.

Em entrevista ao portal de notícias UOL Jogos, Bill destacou a importância do mercado brasileiro para a casa do Mario, e disse que a retirada dos produtos da japonesa do Brasil é apenas temporária, porém não soube dizer quando a empresa voltará a operar aqui nem como fará isso.

Para os fãs que sentirão órfãos, o executivo fez questão de reforçar os planos futuros da companhia. "Trabalhando junto com a Juegos de Video Latinoamérica, iremos monitorar a evolução do ambiente de negócios e avaliar a melhor maneira de servir nossos fãs brasileiros", declarou.

Ele também garantiu que os serviços de assistência técnica e os relativos à garantia de produtos defeituosos continuarão sendo realizados no Brasil por parceiros da empresa.

A empresa

A empresa é uma das maiores e mais tradicionais no mundo dos games, tendo iniciado sua história no Japão em 1889 fabricando decks de cartas para jogos. A década de 1970 viu a empresa começar a investir em fliperamas e, eventualmente, encontrar novo rumo fabricando consoles de videogames.

A "Big N", como é chamada, iniciou suas operações no Brasil em 1993, quando duas empresas nacionais, Gradiente e Estrela, fizeram um acordo com a gigante japonesa e criaram a Playtronic com o fim de representar a Nintendo no Brasil. A ocasião foi marcada pela introdução de dois consoles, o Nintendo Entertainment System (famoso pelo nome "Nintendinho") e o Super Nintendo Entertainment System, no mercado nacional.

Imortalizada como a criadora do famoso personagem Mario Bros., a Nintendo tem vários de personagens marcados na consciência coletiva: Donkey Kong, Link (o elfo da série de jogos The Adventures of Zelda), Star Fox fizeram parte da infância de inúmeros brasileiros.

Publicidade
Publicidade