Terça-feira, 21 de Janeiro de 2020
NO TRABALHO

Empresa japonesa desenvolve aparelho que detecta maus odores do corpo

Os japoneses desenvolveram um aparelho que consegue detectar diversos tipos de odores e enviar alertas para um smartphone avisando que a pessoa deve se higienizar.



odores.JPG Sem planos de vender o aparelho fora do Japão, o KunKun Body será lançado no final de 2017 (Foto: Reprodução Internet)
19/07/2017 às 10:22

No Japão, a questão de odores corporais em ambiente de trabalho é coisa séria. Existe até uma palavra - sume-hara (um neololgismo com as palavras em inglês smell e harassment) - para definir o incômodo que uma pessoa sem muita higiene pessoal pode causar.

Com verões cada vez mais quentes e úmidos na 'terra do sol nascente' e uma sociedade radicalmente introvertida, a Konica Minolta desenvolveu um aparelho que consegue detectar diversos tipos de odores e enviar alertas para um smartphone avisando que a pessoa deve se higienizar.

Chamado de KunKun Body (kunkun significa cheirar em japonês), o aparelho consegue identificar odores quando colocado em quatro regiões do corpo: pescoço, atrás das orelhas, axilas e pés.



Sem planos de vender o aparelho fora do Japão, o KunKun Body será lançado no final de 2017 com o preço de 30 mil ienes (cerca de R$ 850) e vai tentar acabar com a maior reclamação em ambientes de trabalho no país.


Mais de Acritica.com

20 Jan
trans_8C3DB8BB-BCF9-43E8-B068-3BED79D3DBF5.JPG

Mutirão retifica nomes e assegura identidade de travestis e transsexuais

20/01/2020 às 20:27

Como o procedimento feito diretamente no cartório não é tão simples (a lista de documentos exigidos é extensa) e nem sempre é barato (custa em média entre R$350 a R$ 400), a ação visa não somente facilitar a vida das pessoas transexuais que desejam alterar o nome e gênero de registro em sua documentação de nascimento, como também vai acompanhar e custear a certidão de tabelionato de protestos


Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.