Publicidade
Cotidiano
Notícias

Empresas do Polo Industrial de Manaus faturam R$ 47,7 bilhões de janeiro a julho de 2014

O faturamento no semestre cresceu 8,39% em relação ao mesmo período de 2013 e a mão-de-obra contabilizada no mês de julho foi de 119.314 trabalhadores empregados 11/09/2014 às 16:09
Show 1
Vista aérea de parte do distrito industrial de Manaus
acritica.com* Manaus (AM)

As empresas incentivadas do Polo Industrial de Manaus (PIM) faturaram R$ 47,695 bilhões entre janeiro e julho deste ano, o que representa um crescimento de 8,39% em relação ao mesmo período de 2013. Em dólar, o faturamento do PIM no período foi de US$ 20.856 bilhões – 2,22% a menos que o mesmo intervalo do ano passado. 

Os indicadores de mão-de-obra contabilizaram no mês de julho 119.314 trabalhadores empregados, entre efetivos, temporários e terceirizados, o que representa aumento de 1,01% ante junho, quando 118.122 trabalhadores foram registrados. A média mensal de empregos (122.504 trabalhadores) nos primeiros sete meses deste ano também é positiva  e supera em 3,47% a media mensal apurada em igual período do ano passado (118.388 trabalhadores).

Dentre os setores com maior participação no faturamento global do PIM, o destaque ficou por conta do segmento eletroeletrônico (inclusive Bens de Informática). No período de janeiro a julho, o segmento faturou R$ 24,294 bilhões – crescimento de 13,38% na comparação com o mesmo intervalo de 2013 (R$ 21,427 bilhões). A produção de TVs com tela de cristal líquido (mais de oito milhões de unidades fabricadas e crescimento de 25,29%), TVs com tela de plasma (1,3 milhão de unidades fabricadas e crescimento de 259,95%) e tablets (aproximadamente 1,9 milhão de unidades fabricadas e crescimento de 41,49%) foram os maiores responsáveis pelo desempenho do setor.

Outros segmentos com crescimento acima de dois dígitos, na comparação com os primeiros sete meses de 2013, foram metalúrgico (faturamento de R$ 2,168 bilhões e crescimento de 14,53%), termoplástico (R$ 2,405 bilhões e 10,32%), e de isqueiros, canetas e barbeadores descartáveis (R$ 1,084 bilhão e 12,10%).

Crescimento

De acordo com o superintendente da Zona Franca de Manaus, Thomaz Nogueira, a ampliação do nível de empregos – principalmente no setor termoplástico, como foi destacado pelo secretário-executivo do Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior (MDIC), Ricardo Schaefer, durante a última reunião do Conselho de Administração da SUFRAMA (CAS) – é, ao lado dos indicadores do segmento eletroeletrônico (inclusive bens de informática), o principal destaque do PIM, até o momento, neste ano.

“Foi um início de segundo semestre positivo, sem dúvida, mas esperamos um crescimento ainda mais forte nos próximos meses. A Copa do Mundo proporcionou neste ano uma condição diferente no sentido de intensificar a produção de alguns segmentos no primeiro semestre, mas, tradicionalmente, nosso segundo semestre é mais forte e acreditamos que em 2014 não será diferente”, afirmou Nogueira.

*Com informações da assessoria

Publicidade
Publicidade