Publicidade
Cotidiano
Notícias

Empresas investem em propagandas para alavancar venda de motocicletas no AM

A produção e vendas de motos apresentou queda no mês de agosto em comparação com o mês anterior, segundo dados da Associação Brasileira dos Abraciclo 10/09/2014 às 08:56
Show 1
A alternativa para atrair os clientes, segundo empresário, é investir em campanhas publicitárias e taxas diferenciadas
Alik Menezes ---

Diante do recuo constante na venda de motocicletas, concessionárias investem em campanhas publicitárias e facilidades no financiamento para tentar alavancar os negócios. A produção e vendas de motos apresentou queda no mês de agosto em comparação com o mês anterior, segundo dados da Associação Brasileira dos Fabricantes de Motocicletas, Ciclomotores, Motonetas, Bicicletas e Similares (Abraciclo).

Para Hector Duran, gerente da loja Braga Motos, a redução nas vendas se deve ao número de feriados. “Na verdade as vendas começaram a baixar em março. Mas, no mês de junho, as vendas reduziram bastante por conta dos feriados e também pelos jogos da Copa”, avaliou.

Hector disse que entre julho e agosto desde ano foram vendidas 305 motocicletas, enquanto no mesmo período do ano passado foram 343. “Nesse período a redução nas vendas foi de 11%. Isso é reflexo da baixa nas vendas à vista”, explicou o gerente.

De acordo com Hector, mesmo com a redução nas vendas, que começaram em março quando o índice chegou a -23%, o primeiro semestre desse ano apresentou crescimento de 5% quando comparado com o mesmo período do ano passado. De janeiro a julho ano passado foram vendidas 1.001 motocicletas, enquanto esse ano já foram comercializadas 1.053.

Alternativas

A alternativa para atrair os clientes, segundo Hector, é investir em campanhas publicitárias e taxas diferenciadas. “Já começamos a perceber melhora nas vendas no mês passado. Estamos investindo pesado para oferecer taxas diferenciadas”, afirmou.

Na loja Manaus Motocenter, do bairro Praça 14, entre os meses de julho e agosto deste ano foram comercializadas 466 motocicletas, enquanto no mesmo período do ano passado as vendas foram de 495 unidades, isso representa uma queda de 6%, de acordo com dados da supervisora administrativa da Manaus Motocenter, Leila Lopes.

Entre janeiro e junho de deste ano foram vendidas 1.507 motocicletas, enquanto no mesmo período de 2013 foram comercializadas 1.887 unidades, dessa forma a redução nas vendas chegou a 20%.

Para superar a crise, Leila Lopes afirma que a Honda investiu no lançamento de modelos 2015, que ocorreriam apenas em dezembro, alem de apostar em campanhas publicitárias e facilidades no financiamento. “A empresa oferece o serviço de consórcio com o banco da própria empresa, isso possibilita que o cliente, mesmo esteja com o nome negativo, consiga adquirir sua moto. Ele precisa apenas ter um fiador”, explicou.

Publicidade
Publicidade