Publicidade
Cotidiano
Inovação e luxo

Empresas investem em ‘upgrade’ de suas marcas: Granado e Havaianas

Das prateleiras do mercado à loja fina, a Granado investiu nas embalagens, na qualidade dos produtos e no ambiente 09/10/2016 às 10:15 - Atualizado em 09/10/2016 às 15:22
Show granado 2
Itens como hidratante, shampoo, aromas de casa, tratamentos de Pet, esmaltes e perfumes são oferecidos na Granado (Foto: Evandro Seixas)
Rebeca Mota Manaus (AM)

O que faz uma marca sobreviver por tantos anos? Acompanhados na colocação que consolidar as marcas costumam ser tarefas difíceis, pois sempre envolvem, em algum nível, a negação do posicionamento dos consumidores. Reposicionar radicalmente a demanda e convencer o cliente de que tudo o que se dizia sobre determinado produto ou marca, até aquele momento, não vale mais, assim, é necessário envolver os upgrades, como no caso das marcas Havaianas e Granado.

Para a Sissi Freeman, Diretora de Marketing e Vendas e herdeira da marca, a loja mudou de foco a partir de 1998, quando seu pai Christopher Freeman comprou a Granado. Começaram a participar de feiras internacionais e os compradores ficavam encantados com a qualidade dos produtos e a história da marca, mas as embalagens não valorizavam os pontos fortes do produto.  E a Granado não investe em mídia e propaganda como seus concorrentes, ou seja, os diferenciais precisavam estar mais aparentes no ponto de venda. A embalagem precisava atrair os consumidores na hora da compra.

“Quando começamos os estudos, percebemos que não existia harmonia entre as linhas, o que dificultava reconhecimento de outros produtos da marca no ponto de venda. A logomarca era usada de maneiras diferentes em cada linha, as fontes não eram padronizadas, as embalagens eram muito coloridas para o produto natural e os produtos não chamavam atenção na gôndola”, conta Sissi.

Em 2004, o designer francês Jerome Berard, baseado em Nova York e com experiência em marcas antigas como Kiehl’s e Bigelow’s, foi contratado para o projeto. Foi feito um extenso trabalho de pesquisa no acervo de rótulos, frascos, propagandas, libretos e receituários.

“Dentre algumas mudanças, a nova logo ganhou a palavra ‘Pharmácias’ com PH, que remete ao português antigo da época da fundação da empresa.  Incluímos também o ‘Desde 1870’, já que poucas empresas têm tanta história e escolhemos a cor verde escuro, pois é uma cor tradicional que remete ao natural. O primeiro produto a ser retrabalhado foi o Polvilho Antisséptico, devido a sua importância para a marca”, diz.

Em seguida veio a criação do projeto das lojas conceito. O objetivo principal era transmitir ao consumidor a essência da marca.

“Quando começamos a pensar na modernização da marca, ficou claro que o que tínhamos de mais rico era o acervo da empresa, que foi muito bem conservado pela família Granado. Vitrines originais, almofarizes, balanças, propagandas de época, quadros e algumas embalagens centenárias ganharam destaque na decoração”, destaca.

Uma releitura de uma mesa de manipulação na entrada da loja expõe as novidades como cremes, loções e sabonetes. Os consumidores encontram ainda, além dos carros-chefe, linhas exclusivas, como a Vintage e a Margaret Mee. Tratamentos também são indicados por uma farmacêutica que responde as dúvidas sobre os produtos e suas formulações, ricas em ingredientes naturais de alta qualidade. Hoje todas as lojas Granado seguem este modelo.

Conceito Granado

Nas lojas conceito os clientes encontram o mix completo das marcas Granado e Phebo. São mais de 600 produtos na SKU’s, todos disponíveis para a experimentação. São itens para o banho, corpo, casa, itens específicos para bebês e animais de estimação e kits de presentes exclusivos.

“O segredo do sucesso foi conseguir atravessar mais de um século no mercado oferecendo produtos com qualidade superior, design diferenciado e preço justo”, Sissi Freeman, Diretora de Marketing e Vendas e herdeira da marca Granado e Phebo desde 1998.

Originalidade e inovação

Assim como a Granado, a Havaianas inaugurou suas loja-conceito no Shopping Manauara. A marca hoje conhecida mundialmente, pertencente ao grupo Alpargatas, deixou de ser só uma loja de chinelos e passou a comercializa todo tipo de acessórios para moda praia.

A marca começou a produzir sandálias diferentes das tradicionais em 1994 quando introduziu as Havaianas Top monocolores. Estas foram logo seguidas das estampadas (com a flor Hibisco em homenagem ao Havaí) e em seguida com a do Brasil - para dar sorte à nossa seleção em 1998. A partir daí a Havaianas não parou mais de lançar novidades em sandálias.

Para a diretora de sandálias da Havaianas, Carla Schmitzberger, a marca começou a explorar produtos em outras categorias no início dos anos 2000. A primeira categoria lançada foram meias, hoje descontinuadas. “Em 2009 lançamos a Origine, solado de borracha da Havaianas com cabedal de lona, e uma linha de tênis vulcanizados”, diz.

A marca lança novidades na categoria de sandálias todos os anos. Também apresenta atualidades em categorias próximas, com as “rasteiras” e as sandálias com fecho atrás. Atualmente também têm as galochas, vestuário e a linha Havaianas Eyewear (óculos escuros recém lançados).

“Os produtos mais novos são uma linha de sandálias e rasteiras mais completas, uma linha de vestuário focado no “beach e after beach” e a nossa última novidade que são os óculos de sol. Acessórios como toalhas, cangas, necessáires e mini-bolsas também são lançadas em novas cores e estampas todos os anos”, enfatiza Schmitzberger.

A diretora conta que o segredo do sucesso é de sempre surpreender os consumidores com produtos que tenham uma excelente relação custo-benefício. “A marca Havaianas tem se fidelizado por tantos anos no mercado por estar sempre antenada para ver e ouvir o que os consumidores estão buscando nas categorias em que atuamos. Levar sempre alto astral, alegria e colorido para todas as pessoas”, ressalta Carla.

Havaianas para chuva

A marca vai deixar os dias chuvosos das consumidoras mais coloridos e confortáveis. As galochas Havaianas, as Rainboots, chegaram às lojas para conquistá-los com produtos legítimos. Disponíveis em diversos modelos e cores, um mais lindo que o outro, as botas destacam a simplicidade e a irreverência da marca com opções em canos alto e médio e infantis. A linha foi criada na Europa, em 2011, a fim de diminuir a baixa sazonalidade.

Publicidade
Publicidade