Publicidade
Cotidiano
Notícias

Encontro de órgãos de Inteligência discute redução de homicídios na Região Norte

Segundo dados da Senasp/MJ, os Estados do Pará, Rondônia e Acre lideram o ranking de homicídios na Região Norte, segundo  a taxa de quantidade de ocorrências por 100 mil habitantes. O Amazonas ocupa o 4º lugar, seguido de Tocantins, Amapá e Roraima 04/08/2015 às 21:33
Show 1
Encontro foi sediado em Manaus
acritica.com* Manaus (AM)

Nesta terça-feira (4), representantes de órgãos estaduais e federais de inteligência se reuniram no Comando Militar da Amazônia (CMA), para a abertura do Encontro de Chefes de Organismos de Inteligência (Enchoi) – Etapa Região Norte, que tem como tema a redução dos homicídios nos estados. O evento, que acontece nos dias 4 e 5 de agosto, conta com 42 participantes dos órgãos de inteligência das esferas Estadual e Federal, com a  organização  da Coordenação-Geral de Inteligência da Secretaria Nacional de Segurança Pública do Ministério da Justiça (Senasp/MJ).

Segundo dados da Senasp/MJ, os Estados do Pará, Rondônia e Acre lideram o ranking de homicídios na Região Norte, segundo  a taxa de quantidade de ocorrências por 100 mil habitantes. O Amazonas ocupa o 4º lugar, seguido de Tocantins, Amapá e Roraima. 

Sérgio Fontes afirma que a prioridade do Sistema de Segurança Pública é a redução de crimes contra a vida. “A principal meta do Governo do Amazonas é a redução dos números de homicídios na capital. Tivemos um mês de julho com muitas ocorrências e estamos empenhados para que isso não se repita, neste último final de semana também tivemos um número expressivo de crimes passionais, brigas entre familiares, amigos, vizinhos”.

Sérgio Fontes ressalta a importância desse encontro e da oportunidade de reunir agentes responsáveis pela inteligência e investigações para a troca de boas práticas. “Esse é um momento para estreitar laços e de diálogo com os nossos vizinhos e colegas da Região Norte. Cada estado trás a sua cooperação e as palestras abordam temas de suma importância para as nossas atividades”, disse.

O coordenador-geral de inteligência da Senasp, André Fagundes Mendes, afirma que o encontro anual reúne todas as forças de inteligência para reforço nas áreas de tecnologias, conhecimentos e capacitações. “O Governo Federal busca diversas frentes para o fortalecimento dos setores de inteligência na Região Norte. O Ministério da Justiça tem realizado levantamentos constantes através de análises criminais e de inteligência, para combater os crimes nos estados do Norte”.

Sérgio Fontes alertou que os estados que fazem fronteira com os países produtores de droga sofrem os mesmos problemas de violência e crime organizado. “Os agentes dos órgãos de inteligente são os olhos e ouvidos dos seus estados e organizações. A nossa prioridade, é reduzir a violência e o caminho é o combate a criminalidade, precisamos dos conhecimentos, competência e experiências de todos que se fazem presentes nesse encontro. Só assim podemos juntos encarar a situação com mais firmeza”, disse. 
Evento

Na solenidade de abertura estiveram presentes diversas autoridades, entre eles, o secretário de Segurança Pública do Amazonas, Sérgio Fontes, e a secretária-executiva-adjunta de Inteligência da SSP-AM, Tâmera Maciel, representando o Estado. Além dos secretários, também participaram da solenidade o Comandante Militar da Amazônia, general Guilherme Theophilo, o superintendente da Agência Brasileira de Inteligência (Abin) no Amazonas, Paulo Arouck e o coordenador-geral de inteligência da Senasp/MJ, André Fagundes Mendes.

Também participam do evento representantes das Secretarias de Segurança Pública (SSP), Polícia Militar (PM), Polícia Civil (PC), Polícia Federal (PF), Polícia Rodoviária Federal (PRF), Agência Brasileira de Inteligência (Abin) e Departamento Penitenciário Nacional (Depen) dos sete estados: Amazonas, Pará, Roraima, Rondônia, Acre, Tocantins e Amapá.

*Com informações da assessoria


Publicidade
Publicidade