Quarta-feira, 08 de Abril de 2020
Notícias

Entidade amazonense discute proposta brasileira para a COP-21

O evento reúne entidades da sociedade civil entre nos dias 09 e 10 de abril em Curitiba (PR)



1.jpg O Observatório do Clima é uma rede que reúne entidades da sociedade civil com o objetivo de discutir a questão das mudanças climáticas no contexto brasileiro desde 2002
10/04/2015 às 14:34

A Fundação Vitória Amazônica (FVA), representando o Grupo de Trabalho Amazônico (GTA), participa até a tarde desta sexta-feira (10) da Reunião Anual de Planejamento do Observatório do Clima (OC) que acontece na região metropolitana de Curitiba (PR).

Nesta edição, especialistas de todo país discutem propostas e encaminhamentos para as negociações que acontecerão durante a Conferência de Paris (COP-21) promovido pela Organização das Nações Unidas (ONU) em dezembro de 2015, cuja agenda é chegar a um acordo global sobre as mudanças climáticas, para entrar em vigor em 2020.



O Observatório do Clima é uma rede que reúne entidades da sociedade civil com o objetivo de discutir a questão das mudanças climáticas no contexto brasileiro desde 2002, mobilizando e exercendo um papel pró-ativo de construção de políticas públicas e processos participativos para a inserção efetiva das mudanças climáticas na agenda nacional e internacional. 

Representando o GTA na reunião, o coordenador executivo da FVA, Fabiano Silva, explicou que o objetivo é gerar uma proposta da sociedade civil que influencie a proposta do governo brasileiro em relação às metas nacionais que serão apresentadas na COP-21. “Serão 195 países membros da Convenção do Clima da ONU na expectativa de ordenar o combate ao aquecimento global nas próximas décadas”, falou.

 COP-21

A França foi oficialmente nomeada país sede da 21ª Conferência do clima em 2015 (Paris 2015) durante a 19ª Conferência das Partes da Convenção-Quadro das Nações Unidas sobre Mudança do Clima (COP19).

Serão duas semanas, reunindo milhares de delegados e expectadores sob os auspícios das Nações Unidas. O comitê Francês deverá agir como facilitador em todas as etapas da negociação, conciliando pontos de vista e permitindo a adoção de um acordo por unanimidade.

A COP21 será uma das maiores conferências internacionais já organizadas em território francês em um momento crucial, já que deve resultar em um acordo internacional sobre o clima que busca conter o aquecimento global abaixo de 2° C.

*Com informações da assessoria de comunicação. 



Mais de Acritica.com

Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.