Publicidade
Cotidiano
Embarcação

Cooperativa recebe barco do programa Território rio Negro da Cidadania Indígena

A média é que pelo menos 2,5 mil pessoas sejam beneficiadas com a entrega da navegação 14/04/2016 às 13:17
Show barco
Ministérios do Desenvolvimento Agrário (MDA) realiza entrega de embarcação para cooperativa dos agroextrativistas das comunidades de Barcelos (Foto: Euzivaldo Queiroz)
Isabelle Valois Manaus (AM)

A Cooperativa dos Agroextrativistas dos Povos Tradicionais do Médio Rio Negro (Comagept), recebeu na manhã desta quinta-feira (14) um barco do programa Território rio Negro da Cidadania Indígena. A recepção ocorreu no porto fluvial de São Raimundo, Zona Oeste de Manaus.

O programa Territórios da Cidadania foi lançado pelo Governo Federal em 2008 por meio do Ministério do Desenvolvimento Agrário (MDA) e promove o desenvolvimento econômico e universaliza programas básicos de cidadania, numa estratégia de desenvolvimento territorial sustentável para as populações, entre as quais as indígenas.

Conforme o presidente da Comagept, Alberto Peres, a embarcação veio em um momento importante para as comunidades próximas do município de Barcelos (a 405 quilômetros de Manaus) que não passam há 30 anos por situações tão preocupantes como a estiagem que ocorreu neste ano.

“Ganhar essa embarcação é como se tivéssemos ganhado na loteria, claro que é um barco, mas isso irá nos ajudar bastante. Vamos poder ter um meio de transportar as produções e até será uma forma de locomoção dos nossos adoentados”, disse Alberto.

A média é que pelo menos 2,5 mil pessoas sejam beneficiadas com a entrega da navegação. Durante a solenidade, o diretor-presidente da Fundação Estadual do Índio (FEI), Bonifácio José Boniwa, explicou que a ideia desses projetos realmente são voltados para fortalecer a cadeia produtiva do rio Negro.

“As coorperativas foram criadas para nos ajudar a manter em atividades as comunidades no interior. Vale ressaltar que nesta ação, o investimento no território do Rio Negro é da Ordem de R$ 180.600,00, desenvolvido em parceria com o Governo Federal, por meio do MDA”, reforçou.

Boniwa informou que já foram entregues quatro barcos: dois para São Gabriel da Cachoeira e dois para Barcelos; uma picape para Barcelos, um ônibus para São Gabriel da Cachoeira e uma retroescavadeira para Santa Isabel do Rio Negro (a 631 quilômetros de Manaus).

Publicidade
Publicidade