Quinta-feira, 17 de Outubro de 2019
TRABALHAVA NA RIO 2016

Enviado do AM ao Rio de Janeiro, agente da PRF é baleado e está em estado grave

Marzio Resende, 56, foi baleado durante uma provável tentativa de assalto no Trevo das Missões, no Rio de Janeiro. Agente trabalhava nas Olimpíadas Rio 2016 e faz aniversário neste sábado (13)



marzio.jpg Agente foi baleado em uma provável tentativa de assalto (Foto: Divulgação)
13/08/2016 às 13:18

O agente da Polícia Rodoviária Federal (PRF) Marzio Deon Resende, 56, lotado na superintendência da PRF no Amazonas, foi baleado em uma provável tentativa de assalto no Rio de Janeiro na manhã deste sábado (13). A informação foi confirmada pela PRF de Brasília e do Amazonas.

De acordo com informações da PRF, o caso ocorreu por volta das 6h30 na saída da rodovia Washington Luiz (BR-040), no acesso à avenida Brasil, região conhecida como Trevo das Missões. O policial rodoviário foi atingido por disparos de arma de fogo.



O policial, que teve trauma de cervical, tórax e abdômen, foi removido em estado grave para o Hospital Getúlio Vargas onde foi submetido a cirurgia e aguarda nova avaliação médica.

Segundo informações da PRF no Amazonas, o agente é natural de Brasília e ingressou na Polícia Rodoviária em 1994. Marzio veio para o Amazonas no final do ano passado com a esposa. Ainda de acordo com a PRF, o agente teria ido ao Rio de Janeiro para trabalhar nas Olimpíadas Rio 2016.

A PRF informou ainda que o policial não estava uniformizado e seguia para local de hospedagem após término de plantão na Superintendência. "A Direção-Geral acompanha o caso dando todo o suporte possível ao servidor, com participação de todas as áreas, em especial Direitos Humanos, Inteligência e Operações presentes no hospital e em campo", disse a instituição. 

O translado de familiares ao Rio de Janeiro está sendo providenciado pela instituição.


Mais de Acritica.com

Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.