Publicidade
Cotidiano
CIÊNCIA E TECNOLOGIA

Equipe da UEA é eleita a Melhor do Norte na Maratona Brasileira de Programação

O evento ocorreu durante os dias 9 e 10 de novembro em Salvador (BA) 12/11/2018 às 17:25 - Atualizado em 12/11/2018 às 17:53
Show equipe  1  b6788543 3540 4d1a b6b8 a026a152e608
UEA participou da competição com sete equipes. FOTO: Divulgação/UEA
acritica.com Manaus

O time ‘Você é fraco, te falta 0(1)’, composto por alunos da Universidade do Estado do Amazonas (UEA), foi eleito o Melhor do Norte durante a XXIII Maratona SBC de Programação. O evento ocorreu durante os dias 9 e 10 de novembro, em Salvador (BA). 

A Maratona de Programação é um evento da Sociedade Brasileira de Computação e é realizada desde 1996 para alunos na área de computação e afins. O objetivo é promover a criatividade, a capacidade de trabalho em equipe, busca de novas soluções de software e a habilidade de resolver problemas sobre pressão. 

Para a coordenadora do curso de Sistemas de Informação, Marcela Pessoa, esta é a maior competição tecnológica que acontece no Brasil e em vários outros países da América Latina. “Ela busca desenvolver habilidades necessárias no mercado de trabalho. Leva-se em consideração não só o conhecimento técnico, mas principalmente trabalhar em equipe. Muitas empresas de desenvolvimento de software investem nessa competição e acompanham pessoalmente porque de lá eles tiram os seus futuros profissionais”, explicou. 

Equipe e preparação - A equipe 'Você é fraco, te falta 0(1)', composta por Levi da Silva Lima, William Azevedo da Silva, Yaagov Mesraym Pereira Veras (do curso de Engenharia de Computação) e Wesley da Silva Rocha (do curso de Sistema de Informação), já havia conquistado a etapa regional de Programação e a primeira etapa da Maratona Brasileira de Programação, realizada no mês de setembro na UEA. 

Para a etapa nacional, a equipe treinava de forma online com competidores de outros estados. "Íamos para o laboratório, treinávamos com o Grupo de Análise e Pesquisa de Algoritmos (Gapa), além de fazer simulados todas as semanas para testar o nosso conhecimento", explicou o aluno do curso de Sistema de Informação, Wesley da Silva Rocha. 

Rocha explica que a UEA participou da competição com sete equipes. "É uma grande conquista para nós. É um motivador para ganhar as próximas edições", enfatizou ao explicar que a prova durou 5 horas e 13 questões para resolver. 

Conquistando espaços - Marcela acredita que a UEA está próxima das grandes universidades como, USP, UFPE, Federal de Campina Grande, ITA, IME, que são instituições tradicionalmente inseridas neste tipo de competição. "A UEA está começando a conquistar espaço, por mais que tenhamos pouca idade em relação a outras instituições de ensino. Ficamos muito envaidecidos quando ficamos entre as 30 primeiras dentro de um ranking das 70 instituições que participaram da competição. Nosso objetivo é chegar entre os dez primeiros nas próximas edições", finalizou.

Publicidade
Publicidade