Domingo, 15 de Dezembro de 2019
'NÃO EXISTE MAIS'

'Era uma brincadeira', diz deputado que fez tatuagem com nome de Temer

O deputado Wladimir Costa (SD-PA) ficou famoso após fazer uma tatuagem com o nome do presidente Michel Temer. Hoje ele afirmou que o desenho era de henna e que não existe mais



vladimir.JPG (Foto: Reprodução)
10/08/2017 às 12:11

O deputado Wladimir Costa (SD-PA) que ficou conhecido por fazer uma tatuagem em homenagem ao presidente Michel Temer se pronunciou sobre o caso nesta quinta-feira (10). Segundo a versão digital do jornal O Globo, o político afirmou que a modificação se tratava apenas de uma brincadeira, além de admitir que o desenho era de henna.

Para a reportagem do jornal, Wladimir acrescentou que “a intenção era zoar a oposição, os antis-Temer, e que os objetivos tinham sido totalmente alcançados”. Ainda conforme O Globo, o deputado ressaltou que a tatuagem não existe mais. “Posso dizer que o Temer está tatuado no meu coração. Cada um com seus ídolos e ele é um dos meus”, disse.



O deputado já tinha se manifestado sobre a tatuagem no mês passado. Na ocasião, ele assegurou durante entrevista para a revista Veja que o desenho era definitivo e tinha custado R$ 1.200, após conseguir um desconto do tatuador “Não é henna. Eu só conheço tatuagem definitiva no Pará, com agulha na pele”, comentou.

Wladimir teve o mandato cassado pelo Tribunal Regional do Pará (TRE) por ser acusado de receber dinheiro “oriundo de fontes não declaradas” para campanha eleitoral em 2014, além de omitir 410.800 reais recebidos para campanha. Ele continua no poder, porque aguarda julgamento de recurso do Tribunal Superior Eleitoral (TSE).


Mais de Acritica.com

Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.