Quinta-feira, 21 de Novembro de 2019
Notícias

'Erros não se repetirão', afirma Sérgio Fontes sobre fim de semana violento em Manaus

'Vamos correr atrás, localizar, identificar, unir provas para punir os culpados pelos homicídios', ressaltou o secretário, ao dizer que a SSP está com um planejamento pronto para agir e que a população pode ficar tranquila



1.jpg Homenagem ao secretário foi acompanhada por autoridades
22/07/2015 às 16:27

O secretário de Segurança Pública, Sérgio Fontes, admitiu os erros ao não tomar medidas logo após os assassinatos e garantiu:  “Mas eles não se repetirão". A declaração foi dada na manhã desta quarta-feira (22) na Câmara Municipal de Manaus (CMM), onde o gestor recebeu a "Medalha de Ouro Cidade de Manaus".

“Vamos correr atrás, localizar, identificar, unir provar para punir os culpados pelos homicídios”, ressaltou, ao dizer que a SSP está com um planejamento pronto para agir e que a população pode ficar tranquila.



Segundo Sérgio Fontes, até os responsáveis por mensagens inverídicas, difundidas por meio das redes sociais, e que disseminam o pânico entre a população, serão investigados. “Vamos atrás dessas pessoas que postam para provocar o pânico”, advertiu.

Ele ainda se colocou à disposição dos vereadores para a qualquer momento prestar esclarecimentos sobre a atuação da Polícia e falar do planejamento da SSP para o combate à violência. E ressaltou que Manaus já registra 48 horas sem homcídios.

Balanço

“Estamos vindo de um fim de semana difícil. Manaus viveu uma onda de violência imprevisível. Ninguém conseguiu prever o que aconteceu, mas estamos recuperando o controle, com dois sem homicídios violentos. Em junho os índices foram muito promissores com 15% a menos de diminuição de homicídio e 8% a menos na redução na criminalidade geral. E precisamos seguir nesse intento e dar segurança pública à população”, ressaltou ele, ao afirmar que essa é a missão da Secretaria de Segurança Pública.

Fontes disse que todos os fatores estão sendo levados em consideração nas investigações dos atos que originaram a onda de violência no final de semana, que começou com duas mortes, uma no presídio e outra do sargento Afonso Camacho Dias. “Os fatores estão sendo investigados e só quando terminarem as investigações teremos uma posição. A morte do sargento está praticamente resolvida, falta apenas o principal, que é prender os assassinos. O outro algum caminho ainda a trilhar”, garantiu.

O secretário afirmou que a atuação policial nas ruas da cidade irá  continuar com a Operação Pescador, o tempo que for necessário, inclusive com policiais e viaturas descaracterizadas para surpreender os bandidos. “O criminoso circular com arma e depois com o produto do crime. Vamos abordar pessoas e veículo, para que o criminoso não ande tranquilo”, disse, ao ressaltar que nessas ações muitas pessoas serão abordadas, mas esse será um incômodo necessário para reduzir o índice de insegurança na capital.

Homenagem

A solenidade de entrega da medalha, no plenário do Poder Legislativo Municipal, contou com a presença de familiares, amigos e autoridades, entre outras do procurador-geral de Justiça, Fábio Monteiro; da presidente do Tribunal de Justiça do Amazonas (TJ-AM), Graça Figueiredo; do presidente da Assembleia Legislativa do Amazonas (ALE-AM), Josué Neto (PSD), do secretário executivo de Administração da Casa Civil do Governo do Estado do Amazonas, Marcos Albano, do delegado regional executivo da PF, que representou a Superintendência, Alexandre Silveira, além de representantes militares e do comércio e da indústria.

Sérgio Fontes, que é delegado licenciado da Polícia Federal (PF), agradeceu a homenagem dos vereadores e a confiança de todos os setores depositados no seu trabalho e da equipe da SSP, que envolve as polícias Civil e Militar.

*Com informações da assessoria


Mais de Acritica.com

Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.