Publicidade
Cotidiano
Notícias

Escola de Artes do Caprichoso recebe visita de familiares do lutador José Aldo

Além disso, os alunos das oficinas de capoeira, dança, itens mirins e Marujada mirim se apresentaram, assim como alunos do projeto que praticam lutas marciais, em um octógono montado no centro da Escola 20/10/2013 às 13:39
Show 1
Atualmente a Escola de Artes Irmão Miguel de Pascalle atende aproximadamente 600 crianças e adolescentes com oficinas de danças, artes plásticas, musicais
acritica.com Manaus, AM

Nesse sábado (19), familiares do lutador amazonense José Aldo visitaram as dependências da Escola de Artes Irmão Miguel de Pascalle, com a finalidade de conhecer o projeto social do Boi Caprichoso. A irmã do lutador conhecido internacionalmente, Jucely Barroso, buscou avaliar o trabalho desenvolvido pela Escola para que todas as informações fossem levadas à José Aldo, que já mostrou interesse em ser parceiro do projeto social do Caprichoso.

Jocely foi recepcionada pelo presidente Joilto Azedo e pela gestora da Escolinha, Isabel Porto, além das crianças e monitores do projeto. Inicialmente, um vídeo exibindo a trajetória do lutador manauara foi exibido aos presentes, seguido de outro vídeo mostrando as ações da Escola Irmão Miguel de Pascalle, oficinas, parcerias e resultados obtidos ao longo dos anos de fundação.

Além disso, os alunos das oficinas de capoeira, dança, itens mirins e Marujada mirim se apresentaram, assim como alunos do projeto que praticam lutas marciais, em um octógono montado no centro da Escola.

No término da apresentação, Josely Barroso parabenizou a todos e demonstrou satisfação em assistir parte dos trabalhos sociais executados pelo Boi Caprichoso. “Todos estão de parabéns, estou maravilhada com o que vi. Levarei todas as informações para o José Aldo, que atualmente não está no Brasil. Tenho certeza que ele ficará satisfeito por tudo isso é levado a sério”, disse.

O presidente Joilto Azêdo destacou que será de grande gosto ter José Aldo com parceiro da Escola de Artes. “Ele é um exemplo para as nossas crianças e sei que ele tem muito a nos ensinar, com seu exemplo de vida, superação e humildade”, comentou.

Atualmente a Escola de Artes Irmão Miguel de Pascalle atende aproximadamente 600 crianças e adolescentes com oficinas de danças, artes plásticas, musicais, entre outras, e tem como parceiros a Petrobrás, Fundação Banco do Brasil do Governo do Estado do Amazonas. A proposta é implantar a oficina de lutas marciais a partir da parceria firmada com José Aldo.

Publicidade
Publicidade