Publicidade
Cotidiano
SEMANA DA MULHER

Escola de Contas do TCE finaliza seminário 'Mulher no Século 21' nesta quarta-feira

O evento, que aconteceu nos dias 14 e 15 de março, contou com oito palestras abordando temas como reivindicações, desafios e conquistas femininas 15/03/2017 às 14:42
Show unnamed
(Foto: Ana Cláudia Jatahy/TCE-AM)
acritica.com Manaus (AM)

Com a participação de mais de 200 pessoas e de personalidades femininas da sociedade amazonense, encerrou nesta quarta-feira (15), no auditório do Tribunal de Contas do Estado do Amazonas (TCE-AM), o 1º seminário “Mulher no Século 21”. Promovido pela Escola de Contas Públicas (ECP), o encontro, que aconteceu em alusão com o Dia Internacional da Mulher, objetivou discutir o papel das mulheres no Amazonas. O encontro teve a presença de conselheiros, procuradores, servidores e estagiários do TCE, além de representantes da Secretaria de Estado de Educação (Seduc), Secretaria Municipal de Educação (Semed),  a Secretaria Municipal de Finanças (Semef), Secretaria Municipal de Saúde (Semsa) e da Universidade Paulista (Unip), além de representantes de municípios do interior.

O evento, que aconteceu nos dias 14 e 15 de março, contou com oito palestras abordando temas como reivindicações, desafios e conquistas femininas, entre elas, a palestra ‘Violência Doméstica Contra a Mulher’, ministrada pela advogada Paula Valéria, e a palestra ‘Mulheres de Carreira Jurídica’, da desembargadora Maria das Graças Pessoa Figueiredo, que encerrou o evento. No final do encontro, a vice-presidente do TCE, conselheira Yara Lins dos Santos, deu depoimento representando as mulheres da corte de contas.

Segundo o presidente da Escola de Contas, conselheiro Josué Filho, lutar pelos direitos das mulheres e a igualdade entre os gêneros é um dever também dos homens. “Venho de uma família onde várias mulheres serviram de exemplo e de inspiração para a criação. Com este seminário visamos não vitimar, mas, sim, dar voz e lugar às mulheres”, comentou.

Para a diretora da ECP, Virna Pereira, o seminário visou ao reconhecimento e incentivo da luta feminina. “Mesmo após diversas conquistas, ainda é evidente a desigualdade entre homens e mulheres. O esforço do seminário é para exemplificar as conquistas, como meio de incentivo para que, cada vez mais, as mulheres busquem os seus direitos e se firmem na sociedade de forma justa e igualitária”, disse. Na oportunidade foram realizados sorteios de duas aplicações de Botox na clínica da médica Patrícia Bandeira de Melo, umas das palestrantes no seminário. A carga horária total foi de dez horas.

*Com informações da assessoria de comunicação.

Publicidade
Publicidade