Segunda-feira, 25 de Maio de 2020
EDUCAÇÃO

Escola utiliza recursos digitais para auxiliar alunos durante quarentena

Instituição de ensino mescla tecnologias de ensino à distância com organização para estimular os alunos nos estudos



Idaam_3984D2E9-B5E3-4649-B574-C047FC9B2814.JPG Foto: Junio Matos
01/04/2020 às 18:15

Manter o ritmo de aprendizagem dos alunos durante esse recesso escolar devido à pandemia de Covid-19 e estimular neles o seu protagonismo diante dos estudos é um desafio para qualquer instituição de ensino.

Pensando no desenvolvimento dos estudantes, as Escolas Idaam têm inserido no cronograma escolar dos alunos uma variedade de recursos digitais a fim de auxiliá-los no decorrer dessa quarentena.



Entre as ferramentas utilizadas estão as vídeo-aulas produzidas pelos próprios professores, aulas online, podcasts com conteúdos de disciplinas, a utilização da realidade aumentada e a possibilidade de acesso a inúmeras plataformas de soluções digitais.

Para que isso aconteça e da forma mais organizada possível, os alunos recebem um planejamento quinzenal de atividades e nesta programação contem a proposta de aula, o conteúdo que está no material físico e em que momento precisará dos recursos tecnológicos.

“Além dessas aulas ao vivo, em que o professor vai explicar e tirar dúvidas de forma online, eles também têm outros recursos como vídeo-aulas e podcasts, o que estamos preparando justamente para facilitar o estudo em casa. Outro recurso exclusivo do material Idaam é a realidade aumentada”, explicou a diretora pedagógica das Escolas Idaam, Célia Carrara.

Em outras palavras, o recurso permite que o aluno estude conteúdos como objetos ou seres em formato 3D. Por meio de um aplicativo no próprio celular, o estudante aproxima a câmera do dispositivo na figura do caderno e em sequência, ele tem uma surpresa na tela do celular.

“O aluno vai estudar sobre a célula, ele vai ao capítulo que fala sobre isso e, como celular, ele amplia de forma real e consegue ver o que contém em uma célula”, exemplificou.

De acordo com a diretora de Supervisão das Escolas Idaam, Luciana Barbosa, a utilização da realidade aumentada tem o objetivo de potencializar o aprendizado do aluno nas disciplinas em que a metodologia é aplicada.

Então, os estudantes desde a Educação Infantil até o oitavo ano do Ensino Fundamental tem a possibilidade de aprofundar o conhecimento nos conteúdos de disciplinas como matemática, ciências, geografia e língua portuguesa.

“A ideia é fazer com que os alunos tenham mais uma ferramenta para identificar aspectos do conteúdo e faça com que apreenda o conteúdo de forma significativa”, destacou a profissional.

A diretora acrescenta que além de potencializar a aprendizagem, a intenção é que os alunos utilizem a ferramenta digital de qualidade.

“A gente oferece a ele condições para que realmente consiga aprender de maneira significativa, e comprometida com o conhecimento científico comprovado”, disse.

Atividades específicas por faixa etária

Para a elaboração dos vídeos-aulas, os professores possuem a liberdade de gravar o conteúdo de casa. Além disso, os alunos podem estudar e assistir às aulas que acontecem ao vivo via internet também de maneira programada, conforme o que foi proposto no cronograma.

Outra facilidade é a produção de podcasts, ou seja, aulas em áudio para que os alunos consigam assimilar o conhecimento.

“Nós precisamos oferecer aos nossos alunos instrumentos que sejam compatíveis com a maturidade psíquica deles. Para a educação infantil e séries iniciais do Ensino Fundamental, priorizamos os podcasts e também os vídeos-aulas”, reforçou Luciana Barbosa.

Ela destaca ainda a importância do cronograma escolar para cumprimento das atividades sejam elas de revisão ou de conteúdos novos.

“No planejamento estarão contidas todas as informações e orientações de estudo para aquele dia e para todos os nossos alunos. De forma que os menores sejam orientados pelos pais e os maiores conquistem a autonomia acadêmica porque eles serão organizados e orientados”.

Já as aulas online são voltadas para o 6º ano do Ensino Fundamental até a 3ª série do Ensino Médio. Para os maiores, é necessário estimular neles a busca pelo conhecimento de forma involuntária, ou seja, mais autônoma.

Os alunos estão em recesso desde o dia 18 de março e, devido o decreto que prorroga a suspensão das aulas nas redes públicas e particulares, a instituição continua com as aulas presenciais suspensas.

A instituição disponibiliza o canal da ouvidoria para que os pais ou alunos tirem dúvidas a respeito do período através do site, na barra Fale Conosco.

News karol 2d8bdd38 ce99 4bb8 9b75 aaf1a868182f
Repórter de Cidades
Jornalista formada pela Uninorte. Apaixonada pela linguagem radiofônica, na qual teve suas primeiras experiências, foi no impresso que encarou o desafio da prática jornalística e o amor pela escrita.

Mais de Acritica.com

Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.