Terça-feira, 20 de Outubro de 2020
RETORNO RESPONSÁVEL

Escolas particulares de Manaus são referência para o restante do País

Dois meses após a volta às aulas, colégios como o Connexus e a Creche Bebê Bombom recebem convites diários para lives e eventos que contam o procedimento da volta presencial de forma responsável



1_6FEFBAA5-09DC-4FFC-9B6A-96F51A9B44ED.jpg Um dos procedimentos na chegada dos estudantes ao Colégio Connexus – foto @eusouajaque
21/09/2020 às 10:39

Uma das primeiras cidades a reabrir as escolas depois do fechamento pela Covid-19, Manaus hoje compartilha suas experiências com o mundo. Passados 2 meses de aulas presenciais, o Colégio Connexus e a Creche Escola Bilíngue Bebê Bombom, por exemplo, não param de receber convites para lives e outros eventos, frutos do trabalho extremadamente sério de suas equipes.

A Geekie - empresa brasileira referência internacional em educação com apoio de inovação- foi uma das interessadas em conhecer as ações e resultados dessas escolas na capital do Amazonas. Atenta ao momento, a empresa vem promovendo uma série de debates online para abordar questões atuais e pertinentes às rotinas das escolas. "A receptividade do evento com a participação do Connexus foi muito boa, porque esse é o tema da vez. Foram muitas perguntas no chat. Todas as escolas que estão para abrir estão muito interessadas em saber o que seus pares têm feito. Foi legal notar que todos saíram com a certeza de que a abertura vai dar trabalho, mas que é possível fazer. Claro que dentro das normas sanitárias e segurança", conta Mauro Romano, sócio-diretor da Geekie.



O Encontro abordou aprendizados, protocolos de higienização, sistema de rodízio, ensino híbrido e o acolhimento de professores, alunos e famílias. O Colégio Connexus e Creche Escola Bilíngue Bebê Bombom se destacaram pela capacidade, como um todo, de se reinventar.

Criaram alternativas para os diversos perfis de aluno, inovaram em metodologias aplicadas à distância e, recentemente, na volta às atividades presenciais, têm feito um trabalho exemplar de prevenção em saúde e acolhimento de toda a comunidade educativa.

"Temos um fator que nos ajudou muito: já estarmos inseridos num mundo mais ‘digital’ desde 2018, com todas as adequações que precisaram ser feitas para o recebimento da Geekie, que foram upgrade interno de rede (cabeamento, equipamentos wi-fi, switch, computadores etc) e treinamento de docentes para uso das ferramentas Google e Geekie. Há quatro anos também adotamos agendas eletrônicas, aplicativos que permitem uma comunicação rápida, segura e de mão dupla com as famílias. Quando chegou o momento de fechar as escolas por conta da quarentena, precisamos fazer somente alguns ajustes e expandir essa digitalização. Dentro de 3 dias já estávamos com a estrutura de escola online toda montada e, o melhor, operando", explica Gustavo Jinkings, diretor de Inovação.


Estações de higienização de mãos foram instaladas em diversos pontos estratégicos das escolas – foto @eusouajajque

Como foi a volta ao presencial? É possível funcionar de forma híbrida? Os protocolos de segurança deram certo? Perguntas de todas as partes do Brasil. Gustavo Jinkings revelou que o trabalho foi desafiador. "Podemos falar de 3 frentes que priorizamos para o retorno às atividades: pedagógica, de acolhimento psicológico e biossegurança.

É importante ressaltar que a maneira como distribuímos as salas no Connexus nos permitiu oferecer aulas presenciais para todos os alunos que optaram por voltar à escola nesse período, ao mesmo tempo em que transmitimos essas aulas ao vivo para as famílias que por algum motivo optaram por se resguardar em casa. Isso se dá pelo fato de não estarmos oferecendo ainda o período integral e por já trabalharmos com turmas reduzidas", explica.

Annik Valentine, diretora geral da Bebê Bombom, fez questão de lembrar que a pandemia ainda não acabou e que os cuidados continuam de forma rigorosa. "Acreditamos que o pior já passou, a depender,  claro, dos nossos comportamentos. É um trabalho diário de vigilância, monitoramento e parceria com as famílias", ressalta.

Para os profissionais da educação, a Biossegurança, sem dúvida, foi a parte mais trabalhosa. "Como não sabíamos exatamente como as coisas deveriam funcionar, contratamos uma assessoria especializada que nos ajudou a implantar os protocolos de Segurança e Saúde. Foram para as casas 3 cartilhas, cada uma com mais ou menos 30 páginas, com orientações para as novas rotinas. Esses protocolos deram muita segurança aos pais. Hoje estamos com 85% de alunos no Connexus e cerca de 77% na Bebê Bombom, o que demostra confiam no nosso trabalho".

Gustavo lembra que alguns protocolos valem a pena ser destacados por terem dado tão certo que há a possibilidade de continuarem com eles mesmo após esse período mais delicado.


Ao chegar na escola a criança entra pelo drive-thru, passa pelo tapete sanitizante aferição de temperatura e assepsia das mãos. Foto @eusouajaque

"O drive-thru de crianças foi uma ótima sacada. Implementamos uma ferramenta na agenda eletrônica onde os pais informam a sua chegada na entrada e saída da escola e assim as professoras já ficam preparadas para receber ou entregar os estudantes com o mínimo de espera e mais segurança, já que todo o processo é feito por reconhecimento de dados. Também vamos padronizar certos protocolos de limpeza de salas e higiene das crianças, sobretudo na troca de fraldas. Os hangouts também foram intensificados, num caminho sem volta. Hoje fazemos reuniões, treinamentos, atendimentos e até visitas guiadas de forma on-line", completa.

Ficou interessado em conhecer mais sobre o Connexus e a Bebê Bombom? Click em um dos links abaixo e agende atendimento remoto ou, para saber mais sobre a volta às aulas presenciais em Manaus, assista a esse vídeo emocionante https://bit.ly/2FTtIW4.

Agendamento Creche Bebê Bombom: https://bit.ly/2Z3dzUK

Agendamento Connexus: https://bit.ly/32SWFcB

News portal1 841523c7 f273 4620 9850 2a115840b1c3
Jornalismo com credibilidade

Mais de Acritica.com

Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.