Publicidade
Cotidiano
PLATAFORMA

Especialistas explicam como funciona o lucro por meio do YouTube

Hoje, o País é o segundo mercado do mundo em tempo de visualização e com a maioria do conteúdo criado em português 01/10/2017 às 05:00
Show youtube
Foto: Reprodução
Cinthia Guimarães e Larissa Cavalcante Manaus (AM)

Com mais de 23 milhões de inscritos em seu canal e vídeos com visualizações na casa dos milhões, Whindersson Nunes ilustra o tamanho e a influência que a plataforma de vídeos Youtube conquistou no Brasil. Hoje, o País é o segundo mercado do mundo em tempo de visualização (watchtime) e com a maioria do conteúdo criado em português por brasileiros e para brasileiros.

Os hábitos de consumo de vídeo estão mudando. Pesquisa encomendada pela Google mostrou que o YouTube é reconhecido como um substituto da TV aberta por 63% da população conectada. Para a TV paga esse índice é de 59%..

Para gerente de pesquisas do Google no Brasil, Maria Helena Marinho, se uma dia a TV teve esse lugar, mostrando ao público o que era ou não “pop”, novo e “cool”, hoje o YouTube é a principal referência cultural.

A exemplo disso, pesquisa do Instituto Provokers mostrou que os brasileiros assistem em média 15,4 horas de vídeo na internet por semana, o smartphone é o principal “player” e o YouTube é a plataforma favorita de 99% deles.

“Os consumidores identificam o YouTube como um lugar onde todos podem ter uma voz/uma opinião, mostrando a diversidade presente na plataforma e o impacto positivo que ela tem em nossas vidas e na sociedade”, destaca Helena Marinho.

Potencial

Na avaliação do gerente de comunicação do YouTube, Cauã Taborda, profissionais da mídia identificaram como a plataforma se transformou em referência de autenticidade, originalidade e criatividade, atributos que são usados pela própria audiência para definir as características que mais admiram nos YouTubers.

“E isso é muito importante, porque os anúncios são uma peça essencial do YouTube. É a renda da publicidade, compartilhada com os criadores, que ajuda a manter a plataforma como um espaço democrático, livre e cheio de originalidade, onde todos podem se expressar e buscar seu espaço”, salienta Taborda.

Monetize e ganhe

A remuneração dos criadores, mais conhecida como monetização dos vídeos, ocorre por meio do programas de parcerias da empresa. Segundo Taborda, quando o criador opta por gerar renda com seus vídeos, o YouTube poderá colocar anúncios nos vídeos e esse criador receberá parte da receita dos anúncios visualizados. “Essa opção visa beneficiar todos os criadores, independente do tamanho do canal, desde que atendam aos requisitos para gerar receita com seus vídeos”, explica.

Para começar a receber o pagamento, o criador precisa apenas associar uma conta do Google AdSense a conta do YouTube.

Canal de sucesso

Cauã Taborda ressalta que YouTubers bem sucedidos são grandes contadores de histórias, com conteúdo de qualidade, inovam no formato e se dedicam a seus canais. “Algumas boas práticas para conquistar mais visualizações incluem: subir vídeos regularmente na plataforma; fazer vídeos em colaboração com outros YouTubers para alcançar novos públicos e estar em contato constante com a audiência”, recomenda o especialista.

Publicidade
Publicidade