Publicidade
Cotidiano
INSPEÇÃO RELÂMPAGO

'Está plenamente capacitado', diz Ministro da Justiça sobre aeroporto de Manaus

Ministro da Justiça e Cidadania, Alexandre de Moraes, aprovou segurança do aeroporto Eduardo Gomes. Mecanismos de combate ao terrorismo foram apresentados para receber turistas durante as Olimpíadas 01/08/2016 às 20:32 - Atualizado em 01/08/2016 às 20:36
Oswaldo Neto Manaus (AM)

Em visita relâmpago à capital na noite desta segunda-feira (1), o Ministro da Justiça e Cidadania, Alexandre de Moraes, afirmou que o Aeroporto Internacional Eduardo Gomes está plenamente capacitado para receber os turistas durante as Olimpíadas. A Arena da Amazônia será local de jogos nos dias 4, 7 e 9 de agosto.

A vinda do ministro à Manaus é a penúltima visita na agenda de inspeções nos aeroportos que receberão jogos. Ele já passou pelos aeroportos do Brasília, Salvador, São Paulo, Rio de Janeiro, e deve passar pelo de Belo Horizonte.

O ministro chegou na cidade por volta das 18h30 e visitou instalações de detecção de metais, conversou com funcionários do aeroporto, e também verificou os mecanismos utilizados pela Polícia Federal na inspeção dos estrangeiros. Também estiveram presentes no evento o secretário de segurança do Amazonas, Sérgio Fontes, o superintendente da Polícia Federal, Marcelo Rezende e a diretora-geral da Polícia Rodoviária Federal, Maria Alice Nascimento. 

No seu discurso, Moraes não abriu espaço para perguntas da imprensa. Ele afirmou que o aeroporto está preparado para receber não só turistas brasileiros, mas visitantes do mundo inteiro. “Todos os aeroportos tem o que há de mais moderno em  detecção, prevenção e se for o caso, atuação. É bom deixar isso claro para tranquilizar a todos que vierem a Manaus. Em todos os locais com atividades olímpicas verificamos excelência de preparação das forças de segurança”, declarou o ministro, que retorna a Brasília ainda nesta segunda-feira.

Mecanismos

No aeroporto, ainda foram apresentados mecanismos que darão suporte no combate a possíveis atos de terrorismo na capital. Entre eles está o aparelho de dupla checagem, desenvolvido pela PF. Por meio dele, a polícia será capaz de identificar em três segundos algum tipo de pendência do indivíduo com a Interpol apenas com um toque do polegar.

Além disso, a Polícia Federal apresentou um robô capaz de detonar explosivos e o procedimento de inspeção com o uso de cães. 

Publicidade
Publicidade