Publicidade
Cotidiano
Preparação

Estácio inaugura centro de treinamento para voluntários dos Jogos Olímpicos

CT de Manaus será um dos seis espalhados pelo Brasil, responsáveis por capacitar 140 mil pessoas. Voluntários foram selecionados em 2015 e terão treinamentos por meio de aulas online e presenciais 22/06/2016 às 16:06 - Atualizado em 23/06/2016 às 15:52
Show treinamentoestacio 80
Ao todo, 120 professores serão responsáveis pela preparação de 50 mil voluntários (Foto: Divulgação)
acrítica.com* Manaus (AM)

A instituição Estácio inaugura em Manaus nesta quinta-feira (23) um Centro de Treinamento dos Voluntários que irão trabalhar nas Olimpíadas do Rio de Janeiro. O CT será um dos seis espalhados pelo Brasil a fim de capacitar mais de 140 mil pessoas por meio de aulas presenciais e online.

O processo se iniciou em 2015, quando a Estácio criou os centros de seleção para entrevistar candidatos a voluntários. O treinamento foi iniciado em 2016 por meio de cursos online. Os módulos têm de quatro a oito horas de duração, com aulas a respeito de temas variados, definidos pelo Comitê Organizador dos Jogos, como Excelência em Serviços e Liderança. Grande parte do conteúdo é voltada para preparação específica das áreas de atuação que serão desempenhadas nos Jogos, como Tecnologia, Transportes, Imprensa e Comunicação, e Protocolo e Idiomas. 

Segundo a instituição, ao todo, 120 professores serão responsáveis pela preparação de 50 mil voluntários, seis mil colaboradores e 85 mil contratados do Comitê Rio 2016, por meio de aulas presenciais e online que fazem parte do portfólio de soluções corporativas da Estácio. A instituição de ensino também é responsável pelo treinamento de cinco mil profissionais de saúde que atuarão durante o maior evento esportivo do mundo. No total são 89 disciplinas, 450 mil horas de aulas presenciais e 1,3 milhão de horas de treinamento online. A média de presença na sala de aula é de 80%.  

“Não tenho conhecimento de um treinamento que envolva tantas pessoas como é o caso que está acontecendo agora por causa dos Jogos Rio 2016. Na hora de fazer nossos treinamentos, vamos entregar o conteúdo obrigatório, mas vamos dar um pedacinho de nós para mostrar que educação se faz por meio do exemplo próprio. Essa é a educação que transforma”, afirma Eduardo Pitombo, diretor de Soluções Corporativas da Estácio.  

Em abril, o primeiro CT foi inaugurado no Rio de Janeiro, seguido de São Paulo, Belo Horizonte, Brasília e Salvador.

Apoio aos Jogos Olímpicos

Há 46 anos formando campeões em salas de aula, a Estácio é a primeira instituição de ensino a ser Apoiador dos Jogos Olímpicos na história e também é pioneira na seleção e capacitação da força de trabalho. Ao todo, 120 professores serão responsáveis pela preparação de 50 mil voluntários, seis mil colaboradores e 85 mil contratados do Comitê Rio 2016, por meio de aulas presenciais e online que fazem parte do portfólio de soluções corporativas da Estácio.

“O grande legado que envolve Jogos Olímpicos e o processo de formação de voluntários está no conteúdo. São mais de 200 programas que ficarão não só para professores e alunos da Estácio, mas para o Rio de Janeiro e o Brasil”, diz Pitombo.  

 Exposição

A réplica da Tocha dos Jogos Olímpicos Rio 2016, conduzida pelas colaboradoras da Faculdade Estácio, Fabiana Escobar e Mônica Farah, ficará em exposição a partir desta quarta (22) até o dia 22 de julho, na unidade da avenida Djalma Batista. No local, o público terá a oportunidade de tirar fotos com a tocha e ver de perto este que é um dos principais símbolos das Olimpíadas. A visitação será aberta das 10h às 21h.   

Programa

O programa Estácio no Esporte existe desde 2013 e é um dos pilares do Programa de Responsabilidade Social Corporativa da instituição, ao lado de Cultura, Cidadania e Escola. São mais de 300 atletas patrocinados e apoiados por meio de bolsas de estudo, envolvimento na promoção de alguns dos principais eventos esportivos do Brasil, bem como parceria com diversas ONGs e instituições esportivas. A Estácio também é signatária do Pacto pelo Esporte. 

Gustavo Kuerten é o embaixador do programa Estácio no Esporte, que conta com atletas como Adriano Mineirinho (surfe), Bruno Soares (tênis), Teliana Pereira (tênis), Barbara Leôncio (atletismo), Laís Souza (ginástica), Daniele Hypolito (ginástica) entre outros. Presente nos Jogos Rio 2016, a Estácio é a primeira instituição de ensino apoiadora olímpica e, por meio de sua área de soluções corporativas, foi a provedora dos serviços de seleção e capacitação dos 140 mil voluntários e 6000 colaboradores dos Jogos Olímpicos e Paraolímpicos Rio 2016.

Estácio

A Estácio, uma das maiores e mais respeitadas organizações educacionais do Brasil, atua há 46 anos no segmento de ensino superior. Fundada no Rio de Janeiro, a Estácio está presente em 22 estados e no Distrito Federal, contando com mais de 587 mil alunos matriculados e uma estrutura de cinco mil colaboradores e nove mil professores.

*Com informações da assessoria

Publicidade
Publicidade