Publicidade
Cotidiano
Notícias

Estreantes e dispostos a mostrar serviço, parlamentares apresentam mais de 50 propostas

Em 60 dias, os cinco novos parlamentares amazonenses apresentaram 57 proposições e fizeram 34 discursos em plenário, ao todo 29/03/2015 às 13:44
Show 1
Conceição Sampaio (PP-AM), por exemplo, tem 21 proposições, sendo 12 projetos de leis
Antônio Paulo BRASÍLIA (SUCURSAL)

Os deputados federais da bancada do Amazonas, que estreiam mandato no Congresso Nacional, começaram a atuação legislativa dispostos a mostrar serviço ao eleitor. Em 60 dias de atividades na Câmara dos Deputados, os cinco novos parlamentares amazonenses apresentaram 57 proposições e fizeram 34 discursos em plenário.
Os campões em propostas são Conceição Sampaio (PP-AM) e Hissa Abrahão (PPS-AM), com 21 proposições cada um, mas a deputada se sobressai porque tem 12 projetos de leis contra sete PLs de Hissa.  As demais ações são requerimentos e indicações aos Ministérios.

Entre os projetos de Conceição Sampaio estão o que concede o seguro-desemprego ao agricultor ou extrativista que tenha suas terras inundadas pelas enchentes sazonais; o que reserva vaga em concurso público para portadores de deficiência; que faz alterações no Estatuto da Criança e do Adolescente, causas da mulher e da família. Mais contida nas palavras, a deputada do PP-AM fez cinco discursos em plenário e ainda não tem relatoria de nenhum projeto, posto que dá status partidário e mostra certo grau de poder dentro do Parlamento.

Dentre os sete projetos de lei do deputado Hissa Abrahão, destaque para o que cria o Fundo da Zona Franca de Manaus. Tem ainda o que tipifica como crime hediondo e como homicídio qualificado a morte praticada contra agente de segurança pública. Embora tenha se transformado em “garoto-propaganda” do próprio mandato, com vídeos diários postados nas redes sociais, com as ações dele nesses dois meses de mandato, Hissa fez apenas cinco discursos em plenário e não é relator de nenhuma proposta em tramitação.  

No período, o deputado Arthur Bisneto (PSDB-AM) apresentou sete requerimentos, a maioria é de votos de aplausos, louvor e regozijo  pelas comemorações do Dia Internacional da Água, aniversário do Município de Maraã. Na trincheira da oposição, o deputado tucano fez requerimentos pedindo informações ao ministro de Minas e Energia, Eduardo Braga, sobre o programa Luz para Todos no Amazonas, e ao ministro da Saúde, a respeito do Farmácia Popular. Bisneto fez nove discursos e é relator de dois projetos nas comissões de Ciência e Tecnologia e de Minas e Energia.

Omar e Sandra estudam

Os senadores Omar Aziz (PSD-AM) e Sandra Braga (PMDB-AM) informam que estão estudando e preparando alguns projetos de leis para serem apresentados brevemente. O site do Senado mostra que Aziz e Sandra encaminharam dois requerimentos, cada um, com voto de pesar pela morte do ex-senador João Braga, aniversário de Autazes e solicitando audiência pública na Comissão Mista de Mudanças Climáticas para discutir a questão das mudanças climáticas e seu impacto na Amazônia.

No quesito “parlatório”, Omar Aziz tem se destacado nos discursos. Fez quatro pronunciamentos da tribuna e dez apartes a senadores em plenário, sem contar as inúmeras intervenções nas Comissões Permanentes. Discreta, a senadora Sandra Braga fez três pronunciamentos e dois apartes aos colegas senadores. No entanto, é recordista em relatorias de projetos, com dez ao todo.

Rotta e Alfredo

Entre os estreantes, o deputado federal Marcos Rotta (PMDB-AM) foi o que mais “falou” em plenário. Fez 11 discursos tratando da enchente no Amazonas e pelos 48 anos da Zona Franca. Apresentou três propostas, sendo um projeto de lei, pedindo o fim da cobrança de tarifa básica da telefonia fixa. Aprovou requerimento na Comissão de Defesa do Consumidor para realizar audiência pública com os presidentes de CPIs da Telefonia realizada em 18 Estados brasileiros.

O deputado Alfredo Nascimento (PR-AM) tem cinco proposições registradas, e projetos de leis como o que quer estabelecer vagas a deficientes em vestibulares de instituições públicas de nível médio e ensino superior. Presidente nacional do PR, Nascimento fez somente quatro discursos e é relator de um projeto na Comissão de Viação e Transportes.

Publicidade
Publicidade