Publicidade
Cotidiano
Notícias

Estudante que mora na BR-174 participa de encontro com Barack Obama nos EUA

Amazonense, que mora em um sítio da rodovia BR-174, participa de programa que a levará para conhecer Barack Obama 30/10/2014 às 21:44
Show 1
Morando no KM 11 da rodovia BR-174, Ana Beatriz precisa acordar às 4h para conseguir chegar no Instituto de Educação do Amazonas a tempo da primeira aula
jéssica vasconcelos ---

Ter a oportunidade de conhecer outro país com apenas 17 anos e chegar perto de uma das figuras mais importantes da política mundial é o sonho de muitos jovens, porém nem todos têm a chance de chegar tão longe. Com esforço, dedicação e muita força de vontade para conseguir conquistar todos esses sonhos, a estudante do terceiro ano do ensino médio Ana Beatriz Pereira vai para os Estados Unidos em janeiro representar o Amazonas no projeto jovens embaixadores.

A estudante, que mora em um sítio no km 11 da rodovia BR-174 (Manaus-Boa Vista) com o pai, que é caseiro, a mãe dona de casa e dois irmãos, acorda todos os dias às 4h para pegar o ônibus com destino ao Instituto de Educação do Amazonas (IEA) onde estuda há três anos.

Ana conta que antes estudava em uma escola municipal próximo de casa, mas que sempre pensou em sair de lá para um colégio de referência e suas notas a fizeram conseguir uma vaga no IEA. “Minhas notas sempre foram boa e nas  matérias que tenho maior dificuldade, como a matemática, procuro me esforçar”, disse a estudante.

De acordo com Ana as dificuldades são muitas, mas nada disso a impede de continuar lutando por futuro melhor e foi essa força de vontade que a fez ser indicada para um bolsa de estudos de curso de inglês. “Eu estudo durante o dia e vou pro curso à noite. Quando não tenho curso chego em casa às  20h, mas quando fico para à aula a noite  só chego 22h e mesmo cansada sinto que tudo isso vale a pena”, explicou a estudante.

Depois de iniciar o curso e se candidatar para ser a representante do Amazonas no projeto Jovens Embaixadores, Ana viveu dias de expectativa até receber o resultado da seleção que avaliou além do domínio da língua inglesa, trabalhos voluntários e as condições da família.

A estudante, que é catequista na igreja, e ainda ajuda a cuidar das crianças em uma creche, conta que nunca fez nenhum dos trabalhos voluntários pensando em recompensa, mas que isso contribuiu bastante para ser escolhida como representante.

A viagem é só em janeiro, mas Ana já começou a pensar como será as três semanas de estadia no país. Como meta a estudante disse que pretende conhecer e quem sabe conversar com o presidente dos Estados Unidos, Barack Obama. “Fiquei sabendo que os outros embaixadores tiveram um dia para conhecer a Casa Branca e eu estou esperando esse momento também”, acrescentou Ana.

Além de conhecer Obama a estudante quer aprender mais sobre a cultura e as tradições do país e ainda passar um pouco da história e cultura do povo Amazonense.

Palavra de mãe

Para a mãe de Ana Beatriz,  Izabel Pereira, a notícia de que a filha foi selecionada pelo projeto da embaixada norte-americana foi uma confirmação de todo o esforço da filha que não reclama mesmo quando está cansada. Depois de viver os dias de expectativa pelo resultado da seleção, Izabel conta que no momento que Ana contou que tinha sido escolhida passou mal e precisou de alguns minutos para acreditar que logo na primeira tentativa a filha tinha sido escolhida. Izabel conta que Ana sempre foi muito estudiosa e esforçada e que torce para filha chegar ainda mais longe.

Solidariedade

O esforço e a dedicação de Ana Beatriz é motivo de orgulho para os pais e professores que acompanharam todo o processo de seleção da jovem embaixadora. Para a  professora de língua portuguesa do IEA  Bruna Barbosa, o resultado obtido por Ana só foi possível porque ela encontrou  apoio nos professores e principalmente na família. De acordo com a professora, para conseguir dinheiro para viagem da estudante os colegas e professores estão programando rifas e bingos, pois é preciso comprar algumas roupas de frio para ela se agasalhar em Washington.

Publicidade
Publicidade