Publicidade
Cotidiano
CIÊNCIA

Estudo feito por amazonenses revela o poder do açaí para combater doenças neurológicas

Pesquisa que durou uma década e venceu o prêmio “Saúde”, da Editora Abril, mostrou a eficácia do fruto no tratamento de doenças como a esquizofrenia e depressão 03/12/2017 às 05:25
Show show a a
O açaí é uma das iguarias da região mais apreciadas por amazonenses (Foto: Euzivaldo Queiroz)
Danilo Alves Manaus (AM)

Aos 83 anos, Ruth da Silva Miranda esbanja bem-estar. Adepta da dieta amazônica, ela nem imaginava que o hábito adquirido ainda na infância, de tomar açaí toda semana, seja com farinha, tapioca ou puro, pode ajudar na prevenção de doenças neurológicas. É o que revelou o estudo “Açaí como suplemento nutricional no manejo de doenças psiquiátricas”, realizado por pesquisadores do Amazonas. A pesquisa, que demorou 10 anos para ser publicada, foi vencedor do prêmio “Saúde”, da Editora Abril, na categoria “Nutrição Experimental”, e mostrou que o açaí é eficaz no tratamento de doenças como a esquizofrenia e depressão.

“Quando eu era pequena o mais comum era que todos de casa sentássemos para tomar uma boa tigela de açaí. É bom saber que frutos da nossa região podem ser milagrosos na luta contra doenças que, muitas vezes, não têm cura”, disse a aposentada, surpresa com o resultado da pesquisa. 

O uso do açaí como suplemento, explica um dos autores do estudo, médico Euler Esteves Ribeiro, diretor da Universidade Aberta da Terceira Idade do Estado do Amazonas (UnATI/UEA), começou a ser estudado depois de uma viagem ao Município de Maués (a 253 quilômetros de Manaus).

“Visitamos 174 comunidades por lá e vimos que muitos idosos tinham uma dieta com base no açaí. A partir daí se deu a pesquisa. O valor nutricional e energético do fruto tinham, além dos poderes de diminuir os riscos de doenças cardíacas e antiinflamatórios, dois aminoácidos importantes que neutralizavam o efeito degenerativo das células neurológicas”, disse Ribeiro.

Conforme o diretor da Unati, o açaí é famoso por sua capacidade energética, tem propriedade antioxidante com 30 vezes maior que o vinho, além de ser antiinflamatório. “Ainda durante a investigação, avaliamos que o efeito do fruto age nos neurônios e pode corrigir uma disfunção nas células associada ao transtorno bipolar e à esquizofrenia. A simulação com o extrato do fruto realizada em laboratório conseguiu reverter os efeitos nocivos nas células, trazendo uma esperança para aliviar os sintomas dos distúrbios psiquiátricos e abrindo perspectivas para novos medicamentos”, disse o médico Euller Ribeiro.

Premiação

Além da UEA, o projeto foi coordenado pela professora Ivana da Cruz, da Universidade Federal de Santa Maria, e contou com a participação de pesquisadores da Universidade do Oeste de Santa Catarina (Unoesc), Centro Universitário Franciscano e da Universidade de Toronto, no Canadá.

A premiação foi realizada no dia 28 de novembro, no Instituto Tomie Ohtake, em São Paulo. O Prêmio Saúde reconhece e divulga pesquisas realizadas no Brasil em prol de uma vida mais saudável.

Dos 116 projetos, os jurados científicos elegeram, entre várias pesquisas e campanhas de prevenção, os 15 trabalhos finalistas desta edição, distribuídos em cinco categorias.

‘Queridinho’ do amazonense

Típico da região Norte do País, o açaí é um dos alimentos preferidos dos amazonenses. A estudante Thamires Moura de Araújo, 17, contou que adora tomar açaí com tapioca. “É a cara da Amazônia. É delicioso, sempre que posso tomo. Além de gostoso, faz bem para a saúde, um copo de açaí é praticamente uma refeição”, disse.

A esteticista Neline Pimentel, 24, revelou que um dos alimentos amazônicos preferidos dela é o açaí. “Tem como ser amazonense e não amar açaí? Acho que não, na verdade acho que é impossível. Eu me sinto muito bem quando tomo açaí”, contou a jovem.

A estudante Sabrina Pimentel, 18, não resiste a um copo de açaí. Ela disse que prefere a polpa pura, mas gosta tanto do fruto que se arrisca a tomar sorvete e o açaí frozen, como é mais conhecido em outras regiões do País. “Eu adoro o açaí. Acho que, como todo fruto amazônico, tem seus benefícios. É uma delícia e ainda faz bem para a saúde de quem consome, não tenho dúvidas”, disse.

Benefícios

O açaí é uma fruta rica em gordura boa (monoinsaturada), fibra e carboidrato, como qualquer outra fruta. A cor escura indica a presença de antioxidantes.  Os flavonoides ajudam no rejuvenescimento celular, melhoram a circulação sanguínea e mantém os processos orgânicos saudáveis e ativos. No açaí também temos cálcio, manganês, fósforo e bastante potássio (metade da quantidade da banana).

*Colaborou o repórter Alik Menezes

Publicidade
Publicidade