Quarta-feira, 17 de Julho de 2019
GERAÇÃO ALPHA

Estudo revela percepção sobre o impacto da inteligência artifical na saúde

No Brasil, 31% dos pais da geração Millennial confiariam bastante em IA para diagnosticar e tratar seus filhos



Intelig_ncia-Artificial-IA.jpg Reprodução
01/08/2018 às 15:23

Nascida entre os anos de 2010 e 2025, a geração Alpha é considerada pelos especialistas como a mais tecnológica, e a estimativa é que as tecnologias de Inteligência Artificial (IA) estarão presentes em praticamente todos os aspectos de suas vidas no futuro. Pensando nisso, o Instituto de Engenheiros Eletricistas e Eletrônicos (IEEE) realizou uma pesquisa que revelou a percepção dos pais da geração millennial sobre o impacto que a IA terá na saúde dos seus filhos da geração Alpha. O levantamento foi realizado no Brasil, Estados Unidos, Reino Unido, Índia e China.

Os especialistas, por exemplo, afirmam que tecnologia que pode ser vestida, como um acessório, em breve será capaz de monitorar indicadores de saúde de pacientes.  Ao vestir acessórios com IA, médicos e os usuários poderão compreender melhor as alterações na saúde do paciente. 

Os pais da geração millennial, em todo o mundo, demonstram estar mais confortáveis em permitir que seus filhos Alpha vistam tais equipamentos a partir da adolescência (33%). Entretanto, mais da metade (58%) colocariam tais acessórios em seus filhos a partir da primeira infância (até 5 anos de idade) – no Brasil, esse índice é de 21%.

Na próxima década, a IA estará ainda mais desenvolvida e desde já a maioria de pais millenials em vários países afirmaram que confiariam de certa forma em tecnologias de IA para diagnóstico e tratamento de seus filhos Alpha. No Brasil, 31% desses pais confiariam “bastante” neste tipo de ajuda; já os pais no Reino Unido se mostram mais céticos nesta tecnologia, com aproximadamente 4 em 10 pais (37%) afirmando que teriam uma grande confiança em IA.

Os pais também afirmaram que prefeririam usar IA para viver independentemente durante seus anos de ouro, em vez de confiar em seus filhos Alpha. Esta afirmação é mais forte na Índia e na China, e menor entre as populações americanas. Uma clara maioria dos pais prefere confiar na IA (94%), sendo 79% na Índia e 61% no Reino Unido e no Brasil expressando o mesmo sentimento.

Por fim, a maioria dos pais na China (85%), Índia (83%) e Brasil (70%) acredita que as descobertas médicas da IA  ​​irão erradicar o câncer.

Receba Novidades

* campo obrigatório

Mais de Acritica.com

Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.