Publicidade
Cotidiano
Saúde pública

Evento do Dia Mundial da Saúde intensifica ações de combate ao Aedes aegypti

O evento está sendo realizado, das 8h às 12h, na praça Heliodoro Balbi (antiga Praça da Polícia), no Centro de Manaus 07/04/2016 às 10:18
Show dengue 123
O Ministério da Saúde considerou destacar o combate às doenças transmitidas pelo Aedes aegypti por conta da situação que vive o país (foto: Silane Souza)
Silane Souza Manaus (AM)

Em alusão ao Dia Mundial da Saúde, comemorado nesta quinta-feira (7), uma grande mobilização com ações de combate ao Aedes aegypti e estímulo a hábitos de vida saudáveis está sendo realizada nessa manhã na praça Heliodoro Balbi (antiga Praça da Polícia), no Centro de Manaus. O evento começou às 8h e segue até as 12h.

De acordo com gerente de Promoção da Saúde da Secretaria Municipal de Saúde (Semsa), Ana Carolina, a ação inclui panfletagem e atividades de Educação em Saúde com foco na promoção da alimentação saudável, de atividades físicas, de prevenção ao tabagismo, dengue, zika vírus e febre chikungunya.

Segundo Ana Carolina, esse ano, a Organização Mundial da Saúde (OMS) definiu o combate ao diabetes, doença reconhecida como uma das principais condições crônicas e um problema de saúde pública de escala global, como tema para ser abordado o Dia Mundial da Saúde.

Mas no Brasil, o Ministério da Saúde considerou necessário destacar também, nesta data, o combate às doenças transmitidas pelo Aedes aegypti por conta da situação que vive o país. “O combate ao Aedes também incide em mudança de comportamento. A população precisa entender que cada um tem que fazer sua parte”, afirmou.

Em razão desse cenário, ela destaca que a proposta da programação do Dia da Saúde este ano é unir o enfrentamento ao Aedes ao incentivo da adoção de hábitos saudáveis de vida, como estímulo à prática de atividade física e alimentação saudável, bem como o combate ao tabagismo.

“A nossa intenção é mostrar para a população que é possível mudar os hábitos e também oferecer um pouco de serviços. Têm atividades físicas, teste do monoxímetro, que verifica o nível de fumaça tóxica no pulmão, teste do IMC, orientação saudável de alimentação e orientação de combate ao Aedes, inclusive com equipe que vai sair pelo comércio fazendo essa abordagem corpo a corpo”, disse.

Publicidade
Publicidade