Terça-feira, 21 de Maio de 2019
PESCA ESPORTIVA

Evento vai discutir formas de regularizar, controlar e estimular pesca no AM

Objetivo do 1º workshop sobre pesca esportiva é criar mecanismos para aumentar a oportunidade de renda, por meio do turismo, sem degradar o meio ambiente. Evento começa nesta quinta-feira (5) em Manaus



PEIXE.JPG
Pesca esportiva do tucunaré no Rio Negro é uma das preferidas dos turistas. Foto: Márcio Silva-Arquivo/AC
05/04/2018 às 06:52

Noventa por cento dos turistas que chegam ao Amazonas para praticar pesca esportiva são de outros países. O restante vem do Sul e do Sudeste do Brasil.

Criar mecanismos para colocar em prática o Plano Estadual para o Desenvolvimento da Pesca Esportiva, elaborado pelo Governo do Estado, na tentativa de regularizar, controlar e estimular a prática, de tal forma que aumente a oportunidade de renda, por meio do turismo, sem agredir as reservas e degradar o meio ambiente. Esse é o principal objetivo do 1º workshop sobre esse tema, encontro que será realizado nesta quinta-feira (5) e amanhã (6) pela Secretaria do Estado de Meio Ambiente (Sema), Instituto de Proteção Ambiental do Amazonas (Ipaam) e Empresa Estadual de Turismo (Amazonastur), com o apoio da Secretaria de Estado da Produção Rural (Sepror) e da Secretaria Executiva de Pesca e Aquicultura (Sepa).

O evento começa às 9h de hoje no Centro de Convenções do Vasco Vasques, na avenida Constantino Nery, bairro Flores, Zona Centro-Sul de Manaus.

A expectativa é reunir 800 pessoas nos dois dias, dentre elas, os atores da cadeia produtiva do segmento, como a indústria, serviços, comércio, agricultura e o turismo. Também participarão representantes de 28 municípios onde a pesca esportiva é mais praticada no Estado. O workshop visa também a revisão do Decreto Estadual de nº 22477/2002, que rege a pesca esportiva.

Para o secretário executivo adjunto da Sema, Dênis Chagas, o momento é histórico para o Amazonas por significar um grande avanço do Estado, que já vem numa luta ferrenha pela retomada de gestão das unidades de conservação do seu patrimônio ambiental.

“É quando vamos consolidar uma política de governo voltada para a pesca esportiva, com seu ordenamento. Até então havia projetos, pequenas demandas, mas muito sem foco. Essa agenda vai sair do papel e ganhar força para gerar mais emprego, renda e sustentabilidade”, garantiu.

O coordenador de ordenamento pesqueiro da Sema, Rogério Bessa, disse que a pesca esportiva é o principal vetor de atrativo de turistas para o Estado do Amazonas. “E, depois do futebol, a pesca é o esporte que mais cresce no mundo”, destacou.

De acordo com os organizadores do workshop, aproximadamente 150 operadores atuam legalmente com pesca esportiva em todo o Amazonas, entre pousadas flutuantes, em terra-firme e em barco-hotel. Mas, o total é quase o dobro.

Prática rentável e promissora

De acordo com Rogério Bessa, atualmente o segmento atrai cerca de 10 mil turistas  e profissionais por temporada e movimenta mais de R$ 50 milhões por ano no Estado. “Por isso, o governo está entrando com todas as ferramentas que possui como capacitação, assistência técnica, fomento ao turismo e até linhas de crédito para quem estiver operando de forma legal”, salientou o coordenador.

Um dos palestrantes será o diretor do Centro das Indústrias do Amazonas (Cieam), Wilson Périco, que falará sobre oportunidade de negócios na indústria da pesca esportiva. “Por exemplo, podemos ter aqui uma fábrica de injeção plástica de iscas artificiais e mais estaleiros navais que fabriquem barcos de alta performance para a pesca”, exemplificou Bessa.

Programação

Na manhã desta quinta-feira (5), será feita uma exposição geral de propostas todos os atores que contemplam toda a atividade da pesca, desde operadores de turismo, proprietários de pousadas, indústria náutica, etc. À tarde e durante o dia de amanhã haverá mesas redondas com especialistas de vários temas.

Número

91cm - É o tamanho do maior tucunaré-açu já fisgado em águas amazônicas, em Santa Isabel do Rio Negro. O recorde mundial de peso da espécie é de 13,190 kg, fisgado no mesmo município, há 5 anos.


Mais de Acritica.com

Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.