Publicidade
Cotidiano
Eleições 2016

Ex-candidato a prefeito é preso por crime eleitoral no município de Itamarati

Marlene Sampaio de Andrade, Maqcharles Brito Lobo (ex candidato a prefeito) e Maria Silvânia da Silva e Silva foram presos em flagrante 02/10/2016 às 14:06 - Atualizado em 02/10/2016 às 14:16
Show arma 2
Na casa onde estava o trio foram apreendidos R$ 21.720 mil que, segundo denúncia, seriam usados na compra de votos. Fotos: Divulgação
Joana Queiroz Manaus (AM)

Denúncias anônimas que foram investigadas e confirmadas pela Polícia Civil do município de Itamarati resultaram na prisão de Marlene Sampaio de Andrade, Maqcharles Brito Lobo (ex-candidato a prefeito) e Maria Silvânia da Silva e Silva. A ação aconteceu na tarde de sábado (1°) nas dependências da pousada Araújo em cumprimento a uma ordem judicial.

No local, além das prisões em flagrante, os policias apreenderam um revólver calibre 32 com 6 munições intactas, vários documentos que comprovam a prática de crime eleitoral, além da quantia de R$ 21.720 mil que, segundo a denúncia, seriam usados na compra de votos. Os mesmos foram levados para a delegacia do município onde foram autuados pelo delegado Jhony Cley.


Arma encontrada na casa onde estava o ex candidato a prefeito

De acordo com o procurador de Justiça, Públio Caio, que está na coordenação do Ministério Público Eleitoral, as eleições na capital, até ao meio-dia, estavam dentro na normalidade, sem grandes alterações - a propaganda de boca de urna foi a maioria das ocorrências. Todas foram checadas para ver a procedência.

As principais ocorrências que estão chegando são do interior, sendo voltadas ao transporte irregular de eleitores e a compra de voto.  Até ao meio-dia já haviam sido apreendidos R$ 226 mil em espécie, todos com características de que seriam usados na compra de voto. Em Novo Aripuanã foram apreendidos R$ 16 mil, em Humaitá R$ 143 mil, em Parintins R$ 20 mil e em Iranduba R$ 7 mil.

Além de dinheiro em espécie, foram apreendidos em Itapiranga nove ônibus que estavam fazendo transporte irregular de eleitores. Já em Nhamundá foram apreendidas oito embarcações que também transportavam passageiros e em Ipixuna foram apreendidos 10 mil litros.  Em Jutaí foram apreendidos R$ 4 mil em espécie, grande quantidade de material de propaganda eleitoral, uma picape Hilux de placas OAJ-0865 e foram presos em flagrante Dário Eduard Lasmar Pinto e Mayara de Souza Fernandes.

Publicidade
Publicidade