Publicidade
Cotidiano
Notícias

Exportações do Amazonas despencam 28% em outubro

Concentrados, motocicletas e celulares enfrentam queda nas vendas externas, afirma dados do Ministério do Desenvolvimento da Indústria e Comércio Exterior 18/11/2014 às 14:11
Show 1
Moto Honda está entre as empresas que amargaram queda nas vendas externas
ACrítica.com ---

As exportações do Amazonas continuam em queda livre. No mês de outubro deste ano, o recuo foi de 5,11% quando comparado com o mês anterior. Na comparação com o mês de outubro do ano passado, a queda é ainda mais intensa chegando a 28%. Os dados são do Ministério do Desenvolvimento da Indústria e Comércio Exterior (Mdic).

O recuo pode ser observado nas vendas de algumas das principais empresas exportadoras. A Recofarma, responsável por 26% das exportações do Amazonas, teve queda de 13,95% até outubro.

Outra empresa que continua em queda nas exportações é a Moto Honda da Amazônia. De janeiro a outubro deste ano, a empresa faturou US$ 119,5 milhões e teve participação de 14,65% nas exportações. No mesmo período do ano passado, o faturamento foi de US$ 151,4 milhões, o que indica queda de 21,01%.

Uma das razões para a retração mais intensa nas vendas externas da Zona Franca de Manaus é o fato de que parceiros comerciais tradicionais estão importando menos. Os quatro principais importadores de produtos do Polo Industrial de Manaus (PIM) tiveram queda nas compras no período de janeiro a outubro: Argentina (-8,3%), Venezuela (-3,9%), Colômbia (-32%) e Estados Unidos (-6%).

Confira, nesta quarta-feira (19), na edição impressa de A CRÍTICA, a análise de economistas e lideranças industriais sobre o resultado das exportações.


Publicidade
Publicidade