Domingo, 05 de Julho de 2020
Notícias

Faber- Castell completa de 85 anos e comemora bom momento

Empresa fundada em 1761 na Alemanha comemora 85 anos de atuação no Brasil, onde mantém duas fábricas



1.jpg Subsidiária brasileira comercializa mais de mil itens entre produtos para escrever, colorir e desenhar
28/11/2015 às 15:02

A Faber-Castell, que mantém uma fábrica no Polo Industrial de Manaus, completa 85 anos de operações no Brasil e comemora o bom momento pelo qual a empresa passa. A subsidiária brasileira representa 40% do faturamento global da companhia, produz 1,9 bilhões de EcoLápis ao ano, emprega 2,7 mil colaboradores e exporta seus produtos para mais de 70 países. A empresa comercializa no Brasil mais de mil itens.

“Realizamos pesquisas e estudos constantes para aprimorar os produtos já existentes e também desenvolver outros. Um exemplo é a Linha Grip – uma linha de produtos de escrita com design inovador”, afirma Marcelo Tabacchi, Presidente da Faber-Castell Brasil.



“Outro destaque é a Canetinha Ponta Vai e Vem, que foi desenvolvida com base nas necessidades e expectativas de professores, pais e alunos, diagnosticadas em pesquisas realizadas pela empresa ao longo de três anos. O produto inédito do mercado traz uma tecnologia que impede que a ponta afunde, garantindo maior durabilidade. Estas canetinhas possuem, ainda, outros diferenciais como espaço para escrever o nome da criança – o que facilita a identificação do material”, completa Tabacchi.

Todos os produtos da Faber-Castell são fabricados com matérias-primas de qualidade comprovada, atóxicas e desenvolvidas para o uso infantil, testadas em laboratório próprio e aprovados pelo INMETRO, além de atenderem à legislação da União Europeia e às especificações dos órgãos competentes dos Estados Unidos.

Meio ambiente

Nestes 85 anos de atuação no Brasil, a empresa conquistou reputação em responsabilidade socioambiental. A Faber-Castell Brasil é a única empresa no mundo a trabalhar exclusivamente com madeira reflorestada certificada pelo FSC: este projeto teve início nos anos 80, na cidade de Prata (MG), onde a empresa fomentou o plantio para a produção de Ecolápis em terras devastadas e impróprias para a produção agrícola.

Ao todo, a Faber-Castell mantém em Prata 9.6 mil hectares, divididos em 10 parques florestais. Desse total, 3.1 mil hectares são de áreas de preservação permanentes e 6.5 mil de áreas plantadas com pinus caribaea, matéria-prima para a produção dos seus EcoLápis. Hoje, do total de 1,9 bilhão de EcoLápis produzidos por ano no País, 100% são de madeira certificada pelo FSC® (Forest Stewardship Council), principal órgão internacional na área de manejo florestal sustentável.

Em 2015, a Faber-Castell registrou um saldo positivo em relação à proteção climática. Um estudo científico realizado pela associação de inspeção técnica alemã TÜV Rheinland confirmou que as florestas da Faber-Castell no Brasil absorvem mais de 900 mil toneladas de carbono do que emite. Isto significa que elas retêm mais CO2 do que a empresa emite em todo o mundo. Ao contrário de outras empresas que apenas compensam suas emissões de carbono através da compra de créditos de carbono, a Faber-Castell é carbono neutro e contribui para a proteção climática.

Unidades

A filial brasileira conta com uma fábrica em Manaus (AM), uma em São Carlos (SP), e uma unidade de produção de mudas e operações florestais com industrialização da madeira em Prata (MG), onde mantém um projeto sustentável pioneiro no mundo, sendo a única empresa a plantar madeira usada na fabricação de seus lápis ecológicos.



Mais de Acritica.com

Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.