Segunda-feira, 24 de Junho de 2019
Notícias

Falha no sinal da operadora de celular é um dos principais motivos de processos na Justiça

A operadora Vivo, maior empresa de telecomunicações do País, com 91,9 milhões de clientes, sendo 76,8 milhões apenas na operação móvel



1.jpg Moradores de Tefé sofreram sem poder realizar ou receber ligações da operadora Vivo
28/11/2013 às 14:13

A falha no sinal da operadora de telefonia é uma das causas principais que levam o cliente da Telefônica Vivo, no Estado, a ingressar na Justiça contra a empresa, de acordo com a assessoria jurídica da operadora. A Vivo é uma das grandes empresas de telefonia do País que estará participando da Semana Nacional da Conciliação (SNC), que começa no próximo dia 02 em todo o Judiciário brasileiro.

Segundo a advogada da Vivo Angélia Duarte, a falha de sinal é uma das principais reclamações no Amazonas. "Vivemos em uma região onde há uma certa oscilação de sinal telefônico. Se você for atravessar a Ponte do Rio Negro, por exemplo, que liga Manaus a Iranduba, ao passar da ponte seu celular ficará sem sinal; isso independe se o serviço da telefonia está ativo. Se o cliente entrar em determinados ambientes fechados, poderá também perder o sinal, e isso vale ainda para algumas estradas e locais distantes da região”, ressaltou.

Uma média de 50 ações judiciais da Vivo estão pautadas para a Semana Nacional da Conciliação; outras ações já foram enviadas e analisadas durante a realização do Mutirão de Conciliação do Centro Judiciário de Soluções de Conflitos e Cidadania (Cejuscon), do Tribunal de Justiça do Amazonas (TJAM), envolvendo ações de moradores das Zonas Leste e Norte da capital (no período de 18 a 22 deste mês, na Escola Municipal Samuel Benchimol, no bairro de São José) e de outras regiões de Manaus (esta começou na segunda, dia 25, e encerrará nesta sexta-feira), promovido no auditório da Federação das Indústrias do Estado do Amazonas (Fieam), no Centro.

Angélica Duarte explicou que a empresa de telefonia está sempre buscando a conciliação, independente de edições especiais das semanas e/ou mutirões de conciliação. “Visamos sempre o bem estar do nosso consumidor, com a boa prestação de serviços. A empresa tenta se manter incólume oferecendo melhorias dos serviços telefônicas aos clientes. A visão da Telefônica Vivo é a de buscar o acordo em todas as audiências realizadas – quer seja na Semana Nacional da Conciliação ou não”, afirmou a advogada.

Durante toda a SNC, que acontece entre 02 e 06 de dezembro, a empresa apresentará propostas nas audiências, sempre visando o acordo entre as partes. “Independente de qualquer impasse, a cultura da empresa é a de apoiar o jurisdicionado nas questões judiciais. A Telefônica Vivo tem sempre uma proposta, pois busca sempre o acordo”, enfatizou Angélica.

Como conciliar

O jurisdicionado que quiser resolver questões judiciais com a operadora Telefônica Vivo deve acessar a página do Tribunal de Justiça do Amazonas e clicar na opção "Quero Conciliar", no lado direito do portal: http://www.tjam.jus.br/index.php?option=com_chronocontact&Itemid=349.

*Com informações da assessoria de imprensa do TJAM

Receba Novidades

* campo obrigatório

Mais de Acritica.com

Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.