Publicidade
Cotidiano
Notícias

Fapeam concedeu mais de 20 mil bolsas de pesquisa no ano de 2012

Dentre as instituições que mais receberam recursos da Fapeam estão a Universidade Federal do Amazonas (Ufam), a Universidade do Estado do Amazonas (UEA) e o Instituto Nacional de Pesquisas da Amazônia (Inpa). 15/02/2013 às 17:58
Show 1
Entre os destaques do relatório de atividades da instituição está o crescimento no número de bolsas de pesquisa
acritica.com Manaus (AM)

As atividades realizadas pela Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado do Amazonas (Fapeam) no ano de 2012 estão sendo apresentadas na 1ª reunião ordinária do Conselho Superior da fundação, que acontece na tarde desta sexta-feira (15) . De acordo com a diretora-presidenta da Fapeam, Maria Olívia Simão, entre os destaques do relatório de atividades da instituição está o crescimento no número de bolsas de pesquisa concedidas pelo Governo do Estado, que alcançou o número de 20.211.

Dentre as instituições que mais receberam recursos da Fapeam estão a Universidade Federal do Amazonas (Ufam), a Universidade do Estado do Amazonas (UEA) e o Instituto Nacional de Pesquisas da Amazônia (Inpa). Outro ponto destacado na apresentação do relatório refere-se à  otimização dos recursos, gerando economia para a Fapeam.

A reunião teve início às 14h, no salão Tauató da Fapeam e é coordenada pelo titular da Secretaria de Estado de Ciência, Tecnologia e Inovação do Amazonas (SECTI-AM), Odenildo Sena, que é o presidente do Conselho Superior. Para Sena, a criação de novas bolsas e os reajustes nos valores dessas bolsas refletem de forma bem sintomática o crescimento da Fapeam nos últimos anos.

Odenildo Sena reforçou a proposta de criação de um Plano de Ciência e Tecnologia para a Amazônia que contemple ações para os próximos 20 e 30 anos. A proposta foi debatida durante a  reunião Regional Norte do Conselho Nacional de Secretários para Assuntos de Ciência, Tecnologia e Inovação (Consecti) e do Conselho Nacional das Fundações Estaduais de Amparo à Pesquisa (Confap), realizada em São Luís, demosntrando a necessidade de um esforço coletivo dos estados, nos assuntos relativos a CT&I, para o desenvolvimento da sociedade amazônida.


*Com informações de assessoria

Publicidade
Publicidade