Publicidade
Cotidiano
Notícias

Fãs da Apple explicam a paixão que permite pagar mais caro por produtos tecnológicos

Ao lançar produtos com qualidade e usabilidade intuitiva, Steve Jobs conseguiu não só a confiança, como o coração de várias pessoas, inclusive de Manaus 13/09/2014 às 19:13
Show 1
Desde 2005, Marcela já gastou cerca de R$ 15 mil comprando produtos da Apple
Mônica Dias ---

Sabe aquela preferência por uma determinada marca de leite ou margarina que te faz sempre optar por ela na hora da compra? Isso é o mesmo que acontece com os fãs da Apple. Ao lançar produtos com qualidade de ponta e usabilidade intuitiva, Steve Jobs conseguiu não só a confiança, como o coração de várias pessoas, inclusive de Manaus.

“Applemaníaca” declarada, a blogueira Marcela Pinheiro, de 25 anos, ama tanto a marca que a tatuou no pulso quando Jobs faleceu, em 2011. “Sou super fã dele e de como ele administrava a empresa. Esse ano, viajei pro Rio de Janeiro pra ficar na fila da inauguração da primeira Apple Store da América Latina e do Brasil, foram mais ou menos quatro horas de fila”, conta .

Desde 2005, quando ganhou seu primeiro iPod Nano, Marcela resolveu comprar apenas produtos de tecnologia da Apple e já gastou aproximadamente R$ 15 mil com eles. Segundo ela, eles são os melhores do mercado, pelo menos para o que ela procura. “É sensacional! Para mim a vantagem é poder integrar todos os aparelhos via iCloud, sem contar que os melhores sistemas operacionais estão presente nos aparelhos da Apple (Mac OS X e iOS)”, explica.

Atualmente, Marcela possui um MacBook Pro, um MacBook Air, um iPad Air, um iPhone 5, um AirPort Express, um dispositivo AppleTV e um iPod Shuffle.

Menos expressivo em sua adoração, o analista de sistemas Christiano Costa Novo, de 38 anos, nunca chegou a passar horas em uma fila, porém, sempre compra produtos Apple e já gastou cerca de R$ 35 mil desde que teve contato com a marca pela primeira vez. Para ele, o maior trunfo da empresa é a usabilidade, que permite o uso da tecnologia mais sofisticada a qualquer pessoa, mesmo que ela não tenha conhecimentos aprofundados na área.

“A Apple deixa a tecnologia muito mais simples e acessível, qualquer pessoa, a partir do primeiro contato, já tem a capacidade de usar. Isso revolucionou o mercado. Houve, de certo modo, uma inserção da tecnologia, porque pessoas que tinham uma certa resistência, começaram a simpatizar e utilizá-la como aliada, para facilitar atividades do cotidiano”.

O desenvolvedor de aplicativos Max D’Luã, de 22 anos, também é apaixonado pela marca, tanto que já nem sabe estimar quanto gastou com produtos da marca. “Meus amigos dizem que eu poderia comprar um bom carro se vendesse todos eles”, brinca o fã.

Para ele, a principal vantagem é a integração que eles proporcionam e a experiência diferenciada. “É fantástica! O principal problema que eu via na Apple e nos seus produtos era a forma como eles tratavam o gosto do cliente, mas com certeza isso já vem mudando! Uma prova disso é o iPhone Plus (maior que os das outras gerações), coisa que o mercado sempre pediu da Apple”.

Publicidade
Publicidade